Bom humor

Leandro Hassum vê cena de "Bom Sucesso" e admira Rômulo Estrela: "Veio molhado"

Ator ainda escolheu Marcos Palmeiras para terminar com Maria da Paz


romulo-estrela-leandro-hassum_e7689118753299b6502a1d637e259091d145ee7b.jpeg
Reprodução

Leandro Hassum, sempre com seu bom humor, disse que é muito ruim ser solteiro e não casado, explicando o motivo para Ana Maria Braga. O apresentador também opinou quais casais devem ficar juntos nas novelas da Globo. Ele participou do “Mais Você” nesta sexta-feira (23) para falar do seu novo filme, “O Amor Dá Trabalho”, que estreia no próximo dia 29.

Tomando o tradicional café da manhã do programa, ele comentou os amores de novelas atuais que estão passando na Globo. “A Maria da Paz (Juliana Paes) tem que terminar com o Marcos Palmeira. Pra dar umas risadas, ele é orgânico”, opinou aos risos. “Dei uma balançada, porque o Rômulo veio sem camisa e molhado. Mas gosto dos dois com a Paloma. Só que fiquei balançado com o Rômulo, porque ele foi rei na outra novela”, disse o comediante sobre o triângulo de “Bom Sucesso”.

O ator ainda contou que a solteirice é horrível e prefere continuar casado. “Na solteirice, você não pode fazer sexo ruim. É pá, pu, pu, pá, aquela coisa doida, porque você precisa ter moral. Agora casado não. Você pode fazer sexo ruim”, brincou o humorista, levando a apresentadora e Louro José aos risos.

Porém, Ana Maria alertou que um casamento não sobrevive 22 anos só com sexo ruim. “Ah, mas a gente dá uma comparecida às vezes. Só não tem a necessidade de ser sempre aquela coisa louca. Tem dia que pode ser só um pá, pá. Coisa simples”, respondeu o ator.

Sempre bem-humorado, Hassum explicou que o casamento longo não faz ninguém do casal se sentir rejeitado. “Chega numa terça, dou uma encoxada na patroa e ela já empurra brava: ‘Tá louco?’. Eu respondo que estou louco, ligo a televisão e assisto o que está passando. Ninguém se sente rejeitado”.

Apesar de estar divulgando seu filme, Leandro não comentou sobre seu programa na TNT, que estreia no dia 27 de agosto. Intitulado de “Tá Pago”, na atração, ele será o anfitrião de uma mesa em um restaurante, pronta para receber convidados que contarão histórias de suas vidas e carreiras.

A cada episódio, um grupo diferente participa do encontro semanal, interagindo com o elenco numa mistura de roteiro, descontração e humor. Na recepção do restaurante, o host Victor Meyniel fará perguntas pouco usuais no lugar da recepção de praxe.

Mais Notícias