Polêmica

Apresentador detona "The Voice Brasil": “Serve apenas para enganar otários"

Regis Tadeu, ex-jurado do "Programa Raul Gil", disparou contra o reality show

Apresentador detona
Ivete Sangalo cantando no "The Voice Brasil" - Foto: Reprodução/Globo

Publicado em 01/08/2019 às 22:30:45

Por: Daniel César

O “The Voice Brasil” pode ter estreado com a sua melhor audiência, mas nem todo mundo está satisfeito com a produção do programa. O reality show musical sofreu sérias críticas do apresentador de rádio e produtor musical Regis Tadeu, que classificou uma atração com candidatos “desafinados” e pessoas sem “talento”.

“E começou mais uma temporada do ‘The Voice Brasil’. Um programa cheio de candidatos desafinados, jurados bonzinhos, que serve apenas para enganar otários e um público muito burro”, disparou. A declaração aconteceu no seu canal no Youtube nesta quinta-feira (01).

Regis explicou que o reality é um formato comprado da Holanda e que se polarizou após fazer sucesso nos Estados Unidos. Porém, na sua visão, a oitava temporada da versão brasileira continua ruim e não enxerga possíveis mudanças ao longo da nova edição.

“Artisticamente falando, a versão brasileira é de uma nulidade impressionante. A cada edição, nossos ouvidos são entupidos com desafinações e interpretações completamente equivocadas. Tem gente, por sinal, porque já vi, que faz gargarejo com gilete enferrujada. Não é possível”, esbravejou.

Sobrou até para os jurados. Tadeu explica que o mau desempenho dos candidatos tem o apoio dos técnicos, que opinam de forma vazia e sem objetividade. “Além deles não comentarem absolutamente nada a respeito [da apresentação], os mentores ficam com aqueles discursos motivacionais, com frases de pára-choque de caminhão. ‘Você tem que cantar com seu coração’ ou ‘Você tem que encontrar sua verdade’, eles falam um monte de baboseira desse tipo”.

E Regis garante que os jurados podem contribuir muito mais ao programa do que fazem atualmente. “O Lulu Santos e o Michel Teló até entendem de música, sabe? Só que eles estão ali apenas para chamar atenção do público e dos candidatos, porque eles se tornam técnicos desses candidatos, criando uma competição dentro da competição, o que é um absurdo”.

“Ver o Lulu Santos e o Teló ali é você sentir duas pessoas talentosas sendo desperdiçadas em prol de um circo público. A Ivete Sangalo até tem um conhecimento de música acima da média, mas ela fica fazendo o papel de pseudo diva boazinha. E entrou a Iza, que é um talento bem interessante da nova safra da música brasileira, entrando no lugar do insuportável do Carlinhos Brown”, continuou.

O ex-jurado do “Programa Raul Gil” ainda apontou que nenhum vencedor do programa conseguiu fazer sucesso, pois não há um plano de carreira feita pela Globo, além de ocorrer um boicote de outras emissoras com os músicos que foram lançados pela atração.

Confira a opinião de Regis Tadeu abaixo:


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!