Luto

Morre o comentarista esportivo Juarez Soares, o China

Jornalista tinha 78 anos e lutava contra um câncer

Morre o comentarista esportivo Juarez Soares, o China
Último trabalho de Juarez Soares na televisão foi na RedeTV!

Publicado em 23/07/2019 às 15:34:17

Por: Redação NT

Morreu nesta terça-feira (23), aos 78 anos, o jornalista e comentarista esportivo Juarez Soares, vítima de um infarto fulminante.

China, como também ficou conhecido, lutava contra um câncer no cólon e vinha realizando sessões de quimioterapia. Ele sofreu a parada cardíaca em casa, foi socorrido às pressas, mas não resistiu.

Juarez Soares estava fora da televisão desde abril, quando foi demitido da RedeTV!, numa onda de demissões que foi classificado pela emissora como um "reequacionamento estratégico". Lá, atuou principalmente ao lado de Silvio Luiz, nos jogos da Série B do Campeonato Brasileiro e competições internacionais, além do programa "Bola na Rede".

Já seu último trabalho foi na Rádio Capital, onde estava afastado para se tratar do câncer.

Corintiano fanático, China já foi homenageado pelo seu clube do coração, que lamentou a perda no Twitter. Silvio Luiz também comunicou a perda do amigo nas redes sociais.

Carreira de Juarez Soares

Juarez Soares nasceu em São José dos Campos em 1941 e iniciou sua carreira aos 17 anos, na Rádio Cultura de Lorena, região do Vale do Paraíba. Pouco depois, fez um teste e foi aprovado na Rádio Difusora, se mudando para São Paulo em 1961.

Sua carreira deslanchou quando migrou para a Rádio Tupi, onde fez parte da chamada "Equipe 1040", que marcou a história do rádio brasileiro.

Nas décadas de 70 e 80, foi repórter da TV Globo e participou da cobertura da emissora da Copa do Mundo de 1982, época em que também atuou nas rádios Globo e Excelsior.

Também teve passagem de destaque pela Band, na equipe de Luciano do Valle. De 1996 a 1998, trabalhou no SBT, inclusive cobrindo mais um Mundial, e anos depois fez sucesso na Record, participando diariamente do programa "Debate Bola", comandado por Milton Neves.

Juarez Soares fez ainda dupla com o narrador Silvio Luiz, seu último parceiro na RedeTV!.

No rádio, também passou pela Transamérica de São Paulo, de onde saiu em 2016. E até sua morte, estava na Rádio Capital, participando do programa "Capital da Bola".

China ainda atuou na política, sendo filiado ao PT por 21 anos, deixando o partido em 2003, quando migrou para o PDT. Em 1988, foi vereador por São Paulo, com quase 40 mil votos. Logo depois, aceitou convite de Luiza Ernudina para assumir como Secretário dos Esportes da cidade.

Em 2004, já no PDT, foi candidato a vice-prefeito na chapa de Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, mas não obteve êxito. Já no Governo de José Serra na prefeitura de São Paulo, Juarez Soares foi secretário-adjunto da Secretaria Municipal do Trabalho, mas pediu exoneração no início de 2006, após denúncia do jornal Folha de S.Paulo que apontou nepotismo ao empregar filha e genro na secretaria onde trabalhava.

Juarez Soares deixa a esposa, a jornalista Helena de Grammont, da Globo, e uma filha, Ana Júlia, que seguiu a profissão dos pais e trabalha na Record.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!