Reportar erro
Polêmica

Empresária registra marca das Paquitas e compra briga com Xuxa: Não abro mão

Nova formação das Paquitas pode ser lançada em outubro por empresária paulista

Xuxa e as Paquitas
Divulgação
Sandro Nascimento

Publicado em 08/07/2019 às 05:55:51

A empresária Danyela Pereira, 46, está disputando com a apresentadora Xuxa Meneghel o direito de utilização da marca Paquitas no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). A nova formação terá sete meninas e foi batizada por ela de “Paquitas - New Concept”, com previsão de lançamento para outubro deste ano.

Ao NaTelinha, Danyela explicou que o nome estava em aberto no instituto de marcas e patentes quando ela registrou, em setembro de 2018, o interesse de ter os direitos do nome Paquitas. O grupo ganhou fama década de 80 no "Xou da Xuxa", na Globo.

"Qualquer pessoa poderia ter registrado e eu consegui. Ela entrou com o pedido de oposição fora do prazo. Perante a Justiça brasileira eu tenho o direito. Eu entrei com o pedido da marca primeiro", conta a empresária.

A reportagem apurou que o nome Paquitas, no sistema do INPI, deixou de pertencer à Xuxa Promoções e Produções Artísticas Ltda em julho de 2014 por falta de pagamento do decênio, que é uma taxa paga para renovar por um período de 10 anos o direito da marca.

Em dezembro de 2016, o nome Paquitas foi registrado por uma pessoa identificada como Alexis. Porém, acabou não efetuando o pagamento para a concessão da marca e o pedido foi arquivado.

"Ela (Xuxa) deu entrada em maio na marca. Está com os advogados agora. Porque eu não abri mão. Estava em aberto. Eu fui fã delas (Paquitas). Tive um grupo cover em 1997. Eu sempre trabalhei com grupos e sempre gostei. Não tive aquele pensamento de algum problema maior, não. Eu vi uma oportunidade de estar trazendo de volta", conta Danyela Pereira, que é formada em planejamento de eventos e hotelaria.

Para ficar à frente do imbróglio judicial, e não perder o direito de uso comercial do nome das suas assistentes de palco, Xuxa contratou um dos maiores e mais importantes escritórios de advocacia especializado em propriedade intelectual do país.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da apresentadora, que informou que não se manifesta sobre casos jurídicos.

Paquitas - New Concept

Empresária registra marca das Paquitas e compra briga com Xuxa: Não abro mão

Já com todas as sete integrantes do remake das Paquitas escolhidas, que serão meninas entre 13 a 16 anos, a empresária não descarta entrar num acordo com Xuxa Meneghel: "Estou aberta a tudo. A gente pode fazer uma parceria e entrar em acordo. O meu sonho e ideal é lançar As Paquitas - New Concept. É um sonho, mas não de criança. É um sonho profissional pra realizar e estar trazendo esse novo conceito. E eu estou nesse empenho. Eu coloquei na mão de Deus e eu pedi a ele. Se tiver que se minha a marca que viesse. E ele mandou a marca pra mim".

Danyela Pereira adianta que o novo grupo Paquitas foi formado pensando na diversidade, colocando não apenas loiras, como na formação original, mas também com morena, negra e asiática. Ela revela que o estilo musical será B-pop (Pop do Brasil) e que o lançamento do grupo vai ocorrer em outubro com um clipe. Antes de conseguir registrar a marca Paquitas no INPI, ela pretendia lançar o grupo com o nome de Petitas.

"Estou dando oportunidade pra pessoas de todas as etnias. Nunca teve uma asiática. Vai ter uma mesclagem muito diferente e vai ser muito legal. A foto oficial será feita agora em São Paulo", conta a empresária, que mora em Ribeirão Preto, interior paulista.

Porém, no meio desta briga judicial com Xuxa, Danyela Pereira conheceu pessoalmente a apresentadora em março deste ano, durante as gravações do "The Four", em São Paulo.

"Chorei muito, foi um sonho. Quando ela entrou na televisão eu tinha 13 anos. Eu cresci na fase dela. Tirei uma foto, mas não teve tempo de se apresentar porque estava muito rápido. Ela tinha 600 pessoas pra fotografar", explica.

As Paquitas

Empresária registra marca das Paquitas e compra briga com Xuxa: Não abro mão

Na década de 80 e 90, as Paquitas eram as assistentes de palco da Xuxa em seus programas na Manchete e na Globo. O grupo de meninas teve quatro gerações e revelou nomes como Letícia Spiller, Andréa Sorvetão, Bianca Rinaldi, Bárbara Borges e Monique Alfradique.

As Paquitas gravaram quatro álbuns e chegaram a bater mais de um milhão de cópias vendidas, chegando a ganhar disco de ouro e de platina no primeiro LP lançado em 1989. 

Durante seu especial de 10 anos na Globo, em 1996, Xuxa contou como foi criado o nome. "Quando eu comecei na Manchete, eu precisava de uma ajudante. Porque eu ficava segurando uma criança aqui e outra ali. E todo mundo falava: ’Ih, a Xuxa belisca’. Porque eu ficava doida. Segura uma pra cá e pra lá. Eu segurava com uma vontade (risos). Eu não tinha ajudante. Eu mesma tinha que escolher as crianças para as brincadeiras. ‘Tu não pode, vou escolher essa’. Elas ficavam chateadas e saiam chorando", relembrou Xuxa.

Que continuou: "Eu fui para Nova Iorque e encontrei um papagaio que morreu lá, tadinho, ficava preso. Eu fiquei tão apaixonada por aquele papagaio, que se chamava Paquito, que cheguei aqui e fiquei: ‘Marlene, eu conheci um Paquito lindo’. A Marlene mandou fazer um bichinho que era um papagaio para ter no programa para conversar. E o Paquito estava procurando uma Paquita, uma namorada. A Marlene: ’Consegui uma ajudante. Inventa um nome pra ela’. Eu falei: ‘Paquita. Paquito, Paquita’. Que foi a Andrea Veiga".

Assista ao momento que Xuxa explica como criou as Paquitas:

Mais Notícias