Foi abusada na infância

Xuxa revela ter sentido culpa após abuso e confirma teste de sofá na Globo

Apresentadora foi entrevistada por Rodrigo Faro

Xuxa revela ter sentido culpa após abuso e confirma teste de sofá na Globo

Daniel César
i

Daniel César

Daniel César é jornalista formado, pós-graduado em linguística e em roteiro de televisão, com mestrado em Literatura. Trabalha com o universo da televisão desde 2010 e já fez cursos de dramaturgia com nomes como Carlos Lombardi e Thelma Guedes.

Publicado em 09/06/2019 às 20:01:29 Atualizado em 10/06/2019 às 10:48:29

Xuxa Meneghel revelou neste domingo (09) no programa “A Hora do Faro” que carregava consigo um grande sentimento de culpa após ter sido abusada na infância. A revelação do abuso já havia sido feita no “Fantástico”, em 2012, quando ela participou do quadro “O que vi da vida”. Ela ainda falou que, no início de sua carreira havia muito teste de sofá na Globo e que ela chegou a ser assediada.

Eterna rainha dos baixinhos, a apresentadora deu detalhes de como ocorreram alguns abusos deixando Rodrigo Faro chocado. “Você se sentia culpada?”, questionou. “Muito”, respondeu a loura. “Você achava que a culpa era tua?”, insistiu. “Totalmente”, voltou a falar.

Faro fez questão de dar oportunidade para que ela desse mais detalhes dos sentimentos à época dos acontecimentos. “Por que você sentia isso?”. Xuxa explicou que o sentimento de culpa é comum em pessoas que passam por esse tipo de crime. “Porque é assim que a gente se sente”.

De acordo com detalhes narrados pela própria apresentadora, ela passou a sofrer com os abusos sexuais a partir dos quatro anos de idade que seguiram até aos 13. Nesse período, a rainha dos baixinhos nunca contou para ninguém os episódios, apesar de ter tentado falar com suas irmãs. “Perguntei para as minhas duas irmãs se isso tinha acontecido com elas e a resposta foi não. Aí fiquei me perguntando o motivo de ter sido comigo”, explicou.

Xuxa revelou que diversas pessoas cometeram o crime sexual usando-a. E ela ainda deu uma informação inédita. Segundo ela, a decisão de contar sua história no quadro "O que vi da vida", do "Fantástico", na Globo não foi fácil. “Eu vomitei. Algumas pessoas não acreditaram e disse que eu estava querendo aparecer”, relatou. Porém, a apresentadora acredita que precisava falar ao defender a campanha contra o abuso.

“Resolvi falar porque eles queriam que eu fizesse a campanha do disque denúncia. Aí eu achei que ajudaria mais as pessoas se falasse com mais riqueza e propriedade”, comentou.

A comunicadora guardou esse segredo por anos e nunca havia comentado sobre os episódios com a mãe. Ela resolveu desabafar com outra pessoa importante na sua vida. “A primeira que eu falei foi a Sasha”.

Xuxa e assédio na Globo

Sem papas na língua, a titular do "Dancing Brasil" ainda aproveitou a oportunidade para contar a Rodrigo Faro que havia teste de sofá na Globo no início de sua carreira na emissora e se lembrou de que chegou a se assediada por um diretor, sem revelar nomes.

Antes de se tornar o fenômeno de vendas e de programas infantis nos anos 80, a apresentadora tentou a vida como figurante de um programa da Globo. E Xuxa revelou a Rodrigo Faro ter sofrido assédio do diretor deste programa. “Tinha muito esse negócio de teste do sofá. Antes de eu ir para Manchete, um diretor da Globo me chamava pra sair e eu falava que não. Aí ele mandava eu ir embora. Isso aconteceu quatro vezes. Na quarta, não voltei nunca mais”.

Xuxa aproveitou a chance para lembrar que, anos depois, já contratada a peso de ouro pela emissora carioca, recebeu a oportunidade de escolher quem seria o diretor de seu programa e uma das opções era justamente o homem que tentava assediá-la a chamando de "De menor".

Ela lembrou que, não perdeu a chance de se vingar e questionou o diretor se ele sabia o nome dela. Sem entender, o homem perguntou a razão daquilo e ela salientou "sou a menor" e garantiu que ele jamais seria seu diretor.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!