Processo

Globo, Record e Band se unem a Associação Internacional de combate à pirataria

Canais se juntam a outras 150 emissoras

Globo, Record e Band se unem a Associação Internacional de combate à pirataria
Globo vai intensificar o combate contra a pirataria. Foto: Reprodução/Youtube

Naian Lucas
i

Naian Lucas

Naian Lucas escreve há 10 anos e já fez de tudo um pouco nas redações. Apaixonado por televisão, é roteirista e trabalha na área desde 2014. Atualmente, é repórter do NaTelinha e aficcionado por tudo que envolve dramaturgia. Siga-me no Twitter: @naiaan

Publicado em 18/05/2019 às 05:05:56

Três das principais emissoras de TV aberta do Brasil se juntaram a outras 150 emissoras em todo o mundo numa Associação que visa combater a proliferação de vídeos que ferem os direitos autorais, a boa e velha pirataria. A IBCAP (Coalização Internacional de Radiodifusores Contra a Pirataria, na sigla em inglês) fez o anúncio confirmando a participação de Globo, Record e Band.

A Associação já atua com diversas parcerias ao redor do mundo e, a partir de agora também no Brasil e tem como papel utilizar mecanismos tecnológicos que visam encontrar o uso de vídeos que ferem os direitos autorais de seus associados, além de garantir respaldo técnico e jurídico para retirar esses vídeos do ar.

Em documento oficial distribuído pela IBCAP, este é um passo muito importante na luta contra o uso indevido de produções que possuem direitos internacionais e o Brasil entrou de vez na guerra contra a pirataria que tem sido debatida em todos os lugares do mundo para encontrar o melhor caminho e combatê-la.

A Globo já atua na internet com muito afinco a fim de evitar que suas produções fiquem disponibilizadas na internet de forma irregular. Vídeos no youtube são derrubados todos os dias com trechos de cenas de novelas ou da programação da emissora carioca que disponibiliza tudo em seu streaming, o Globoplay.

Já a Record, embora tenha também um aplicativo semelhante, o PlayPlus, utiliza com relativa frequência postagens em seu canal no Youtube para divulgar seus programas. Parte do público, inclusive, costuma reclamar das dificuldades para assistir a programação da emissora na internet.

No caso da Band, sempre foi possível assistir os principais programas do canal em diversos veículos que fazem upload de vídeos na internet, além das próprias redes sociais que sempre divulgaram sem nenhum pudor esses trechos.

O NaTelinha procurou as três emissoras para confirmar a informação. A Globo, por meio de sua Comunicação, confirmou que faz parte da Associação para combater a pirataria. Mesma resposta deu a assessoria de imprensa da Band. Já a Record não deu resposta sobre o tema.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!