Rescindiu

Em entrevista, Rodrigo Faro fala como foi sua saída da Globo

Apresentador ganhou popularidade na Record

Rodrigo Faro e Vera Viel no canal "NaLata" - Foto: Reprodução/Youtube
Foto do Colunista / Jornalista

Naian Lucas
i

Naian Lucas

Naian Lucas escreve há 10 anos e já fez de tudo um pouco nas redações. Apaixonado por televisão, é roteirista e trabalha na área desde 2014. Atualmente, é repórter do NaTelinha e aficcionado por tudo que envolve dramaturgia. Siga-me no Twitter: @naiaan

Publicado em 03/04/2019 às 10:31:23 Atualizado em 03/04/2019 às 10:45:22

Rodrigo Faro participou do “NaLata”, canal do Youtube de Antonia Fontenelle, e falou um pouco da sua profissão. O comunicador aproveitou o espaço para falar dos seus sonhos e sua relação com os concorrentes. O artista ainda contou como foi sua saída da Globo para Record.

O início da carreira de Faro na televisão começou como ator. Ele atuou em tramas de sucesso, como “A Indomada” (1997), “O Cravo e a Rosa” (2000), “Chocolate com Pimenta” (2003), “América” (2005) e “O Profeta” (2006). Contudo, o profissional buscava espaço como apresentador.

“Tive uma carreira incrível na Globo de 11 anos, fiz várias novelas e minisséries de sucesso, mas eu sempre falava para deixarem eu apresentar, me darem uma chance de fazer um programa, qualquer coisa”, iniciou Rodrigo. “Só que eles negavam e diziam que eu só era ator”, comentou.

No final de 2007, Rodrigo Faro recebeu a proposta do diretor Paulo Franco para comandar o reality show musical “Ídolos”. O SBT não renovou contrato com a criadora do formato e o programa foi para a Record. A emissora repaginou a atração, trazendo Faro para apresentar e um trio de jurados formado por Paula Lima, Luiz Calainho e Marco Camargo.

“A proposta não ia mudar minha vida, pois era só pra apresentar o “Ídolos”. Só que era um sonho. Quando fui falar com a Globo, perguntei se teria algum projeto e eles disseram que não tinham nada. Foi ali que tomei minha decisão. Rescindi o contrato unilateralmente e fui atrás do meu sonho”, contou.

Rodrigo trocou de emissora após conversar com Vera Viel, sua esposa. Ele declarou que ficou uma semana sem dormir e com medo de sair da Globo para se arriscar na Record. “Meu salário é bom, fazia novelas de sucesso, estabilizado no Rio de Janeiro, já tinha minha primeira filha e a Maria havia nascido também. Só que faltava realizar o meu sonho e na Globo não tinha espaço”, explicou o comunicador.

Sua maior irritação no canal foi após fazer um teste para o programa “Fama”, mas ter sido rifado da produção. “Eu cheguei a gravar o piloto, eles adoraram, mas na hora que eu cheguei pra fazer, colocaram outro”, relatou. “Fiquei bravo e ali foi a gota d’água”, acrescentou.

Faro contou que a saída de Márcio Garcia mudou seu patamar na televisão brasileira. “Uma semana depois que cheguei na Record, o Paulo Franco me ligou de novo e falou que o Márcio tinha ido para Globo. O “Melhor do Brasil” ficou sem apresentador e ele afirmou que eu iria apresentar. Ali foi a virada, o presente de Deus na minha vida”, declarou.

Faro revela se recebeu proposta da Globo após sua saída

Após anos aos sábados da Record, sendo um fenômeno com o “Dança Gatinho”, Rodrigo Faro se transferiu para os domingos, comandando a “Hora do Faro”. “Estou apenas cinco anos num programa dominical. O Faustão já está há 30 anos. O Silvio Santos tem 50. Meu público vem sendo formado nesses cinco anos. É algo muito bom”.

Rodrigo Faro aproveitou a entrevista para relatar que nunca foi procurado pela Globo e não acredita que será o substituto do Faustão. “Mas é legal ouvir das pessoas que eu serei o substituto dele [Faustão]”, concluiu.

Confira a entrevista completa abaixo:


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!