Audiência

Record cresce 25% em março, Globo cai e SBT sobe pouco na audiência

Kantar Ibope é a responsável pela medição dos índices dos programas

 Record cresce 25% em março, Globo cai e SBT sobe pouco na audiência
Audiência de março mostra crescimento da Record - Foto: Montagem/Reprodução

Naian Lucas

Publicado em 01/04/2019 às 18:21:00

O crescimento da Record na média do mês de março chamou a atenção. A emissora foi a que mais apresentou alta tanto em relação a fevereiro deste ano quanto na comparação com março do ano passado, quando o resultado foi ainda mais surpreendente.

continua depois da publicidade

Alavancada por bons números da reta final da novela “Jesus” e dos jornalísticos “Cidade Alerta” e “Balanço Geral”, o mês de março do canal terminou com média de 7,9 pontos na Grande São Paulo, principal praça de medição de audiência para o mercado publicitário.

O crescimento, em relação a março de 2018 foi muito acima de qualquer concorrente. No ano passado, a emissora teve a média de 6,3 pontos. O salto de 1,6 ponto é equivalente a 25%, muito acima de suas rivais.

continua depois da publicidade

Neste cenário, a Globo sofreu queda de 8,4%. A Vênus Platinada teve média de 16,7 pontos em março de 2018. Neste ano, marcou 15,4. A distância entre Globo e Record, que era de 10,4 pontos, caiu para 7,5. A Record diminuiu a distância em 28%.

O SBT também cresceu, porém viu a vice-liderança ir embora. Se em 2018 no mês de março o canal havia superado a Record, isso não aconteceu neste ano. Naquela ocasião, a emissora da Anhanguera tinha fechado com média de 6,6 pontos e, em 2019, o número subiu para 7,2. O crescimento registrado foi de 9%.

continua depois da publicidade

No comparativo entre fevereiro e março de 2019, os números não se movimentaram tanto. A Globo subiu apenas 4%. A emissora tevemédia de 14,7 pontos no mês passado e, agora, saltou para 15,4 em março.

A Record também foi a que mais cresceu. Neste cenário, o canal foi de 7,4 pontos em fevereiro para os 7,9 de agora. Alta de 9%. Já o SBT pouco se movimentou. Havia fechado com 7,1 no mês passado e, em março, atingiu 7,2 - 1% de subida.

continua depois da publicidade