Caldeirão

Cadeirante que participou do "The Wall" ganha 70 mil seguidores e emociona

Diego Coelho participou do "The Wall" no sábado (2)

Cadeirante que participou do
Reprodução/TV Globo

Publicado em 04/03/2019 às 11:02:39

Por: Redação NT

Diego Coelho participou da última edição do "The Wall", quadro do "Caldeirão do Huck" e contou sua história que o deixou paraplégico.

Ele sofreu um acidente no mesmo dia em que pediu a atual esposa, Suzy, em namoro. "A repercussão foi muito boa, maior do que eu esperava. Fiquei surpreso com a proporção que tomou", disse ao site oficial da emissora.

No Instagram, seu perfil saltou de 24 mil para 95 mil seguidores em questão de poucos minutos: "Minha história é apenas para provar para as pessoas que é possível, que existe vida depois da cadeira de rodas, pra não se entregar que dá para fazer muita coisa: sair de casa, praticar atividade física, praticar esporte... Esporte melhora a qualidade de vida todos os dias, e como cadeirante muito mais".

"É óbvio que se eu conseguir trazer o máximo de pessoas para o crossfit vou ficar muito mais feliz do que se a pessoa for para outro esporte, mas só mostrando e tirando essas pessoas de casa já é algo incrível", continuou Diego.

À publicação, destacou a importância de estar em forma: "Preciso de força para tocar minha cadeira todos os dias, colocá-la dentro do carro. Para as atividades do meu dia a dia preciso ser um pouco mais forte, preciso que meus braços tenham uma resistência maior, que tenham a resistência das minhas pernas".

Seu sonho e de seu parceiro no jogo era de levar o Brasil ao Egito representar o país no crossfit: "A ideia é ir de novo este ano (2019), representar o Brasil no crossfit. Com essa aparição no Caldeirão temos a chance de levantar a grana para fazer esse trabalho. Só que o sonho vai muito além disso: é mostrar para as pessoas que elas são capazes de ter aquilo que querem se tiverem a força de vontade de lutar e correr atrás".

TAGS:


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!