Tragédia

Isabela Scalabrini apaga perfis nas redes após ser detonada por cobertura de Brumadinho

Para os internautas, repórter não mostrou empatia e humanidade com a tragédia


Isabela Scalabrini na cobertura de Brumadinho
Reprodução

Detonada nas redes sociais por conta do seu trabalho na cobertura do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), a repórter Isabela Scalabrini deletou os seus perfis no Twitter e Instagram neste sábado (26).

Durante o dia, a jornalista chegou perto de descrever a situação dos corpos encontrados, além de surpreender parentes das vítimas desaparecidas para uma entrevista ao vivo.

No "Jornal Hoje", Isabela ainda entrou na sala da Polícia Civil, enquanto os profissionais trabalhavam para auxiliar na tragédia.

A repórter também foi criticada por suas reportagens na Globo News.

Isabela Scalabrini apaga perfis nas redes após ser detonada por cobertura de BrumadinhoIsabela Scalabrini apaga perfis nas redes após ser detonada por cobertura de Brumadinho

Isabela Scalabrini tem 61 anos e chamou atenção da emissora nos jogos Pan-Americanos de 1983. Após sua cobertura na competição, foi escalada para estar presente nos Jogos Olímpicos de 1984, 1988 e na Copa do Mundo de 1986. A jornalista foi, portanto, uma das primeiras mulheres a cobrir esporte na Globo.

Está na Globo Minas desde 1988. Na afiliada, apresenta o "MGTV 1ª Edição" e faz reportagens de rua.

Durante todo o dia, o nome de Isabela foi um dos mais comentados nas redes sociais. Bastante atacada, ela acabou decidindo apagar seus perfis.

Veja alguns vídeos das entradas ao vivo da repórter:

Confira alguns comentários:

Mais Notícias