Presidenciável

Com entrevista de Jair Bolsonaro, "Jornal da Record" bate recorde de audiência

Entrevista rendeu polêmica entre público e demais candidatos

Eduardo Ribeiro e Jair Bolsonaro
Reprodução

Publicado em 05/10/2018 às 12:05:26 ,
atualizado em 05/10/2018 às 12:28:00

Por: Fabrício Falcheti

O "Jornal da Record" bateu recorde de audiência em 2018 com a entrevista exclusiva que fez com o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL).

Em sua média geral, das 21h52 às 23h05, o telejornal apresentado por Adriana Araújo e Celso Freitas registrou 11,1 pontos de média, pico de 14 e share de 16%, garantindo o segundo lugar que não acontecia há um bom tempo. No mesmo horário, o SBT ficou com 10,8.

Apenas durante a entrevista, das 22h05 às 22h32, a audiência foi de 13,6 pontos, pico de 14 e share de 19%, também na vice colocação, contra 11,9 do concorrente.

A reportagem feita por Eduardo Ribeiro foi ao ar na mesma faixa do debate que acontecia na Globo sem a presença de Bolsonaro, que alegou não ter sido liberado pelos seus médicos.

A ação da Record TV foi polêmica e acontece depois de Edir Macedo, dono da emissora, declarar apoio ao candidato.

Na entrevista, Bolsonaro restringiu seus ataques ao PT e chamou Fernando Haddad de "fantoche". Os dois lideram as pesquisas de intenções de voto, com o candidato do PSL bem à frente.

Enquanto isso, seus adversários o atacaram no último debate deste primeiro turno, o chamando de "amarelão" por supostamente ter fugido do embate.

Esses dados são consolidados e referem-se a um grupo de telespectadores na Grande SP.



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!