1 ano sem Rezende

Gottino relembra dia em que noticiou a morte de Marcelo Rezende: "parece que não aconteceu"

Marcelo Rezende faleceu há exatamente um ano

Reprodução
Reprodução

Publicado em 16/09/2018 às 08:30:12

Por: Fabrício Falcheti

Há exatamente um ano, no dia 16 de setembro de 2017, morria Marcelo Rezende, após meses de luta contra o câncer no pâncreas e no fígado.

Uma das estrelas da Record TV, coube à emissora anunciar oficialmente o falecimento. Era um sábado, e Reinaldo Gottino foi escalado para a dar a triste notícia.

Em conversa com o NaTelinha, o apresentador relembra aquele dia. "Foi muito difícil. Foi muito triste mas eu tinha que fazer. Em nome do jornalismo, em nome dele, Marcelo Rezende. Não consegui segurar as lágrimas, mas o público precisava ser informado", disse.

Para Gottino, Rezende representava "um grande jornalista, um grande comunicador, um grande contador de história. Almoço com ele durava pelo menos duas horas. Sempre boas histórias".

Essa proximidade começou no dia 7 de julho de 2005, ele lembra. "Eu conheci o Marcelo no meu primeiro dia na Record e um dos últimos dias dele, que saiu em seguida da emissora e voltou anos depois", conta. Na época, Marcelo Rezende migrou para a RedeTV!, onde ficou até 2008. Ainda passou pela Band até retornar à Record TV, em 2010.

"Ele já me conhecia do rádio. Conversamos, ele foi muito generoso com as palavras. Depois, descobrimos que tínhamos muitos amigos em comum. Por isso, nos falávamos sempre. Marcelo teve depressão um tempo. Acho que foi um momento muito difícil na vida dele e os amigos foram fundamentais. Muitos desses amigos estavam na Record e ajudaram muito na volta dele", completa Gottino.

Diante de tanta convivência, como foi viver esse primeiro ano sem o amigo? "Sentimos muito a falta dele. É tudo muito estranho. Parece que isso não aconteceu. Eu ainda perdi minha irmã poucos meses depois. Mesma doença. Foi tudo muito triste", lamenta.

Marcelo Rezende revelou que estava com câncer no pâncreas e no fígado em maio do ano passado, no "Domingo Espetacular". A partir daí, iniciou seu tratamento e demonstrou toda sua fé em publicações no Instagram. Até desistir da medicina tradicional e partir para o espiritual. A "farmácia de Deus", como dizia.

Faleceu rodeado dos filhos, da namorada Luciana Lacerda e de amigos mais próximos no hospital Moriah, em São Paulo.

A morte do apresentador foi muito sentida por todo o país. Colunista do NaTelinha, o jornalista Thiago Forato frisou à época: "Rezende sai da vida para entrar na história. Das pessoas. Da televisão. Do Brasil". Sem dúvidas, já entrou, e jamais será esquecido. Corta pra ele!



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!