1 ano sem Rezende

Percival diz estar "costurando os retalhos de uma enorme colcha de saudades" de Marcelo Rezende

Marcelo Rezende faleceu há exatamente um ano

Divulgação
Divulgação

Publicado em 16/09/2018 às 08:00:57

Por: Fabrício Falcheti

Com 50 anos de carreira, Percival de Souza é considerado um dos mais conceituados jornalistas investigativos do país. Desde 2012, porém, faz enorme sucesso no "Cidade Alerta", mesclando comentários sobre segurança com brincadeiras bem-humoradas.

Quem implementou esse formato foi Marcelo Rezende, quando reassumiu o programa naquele ano. A química entre os dois foi imediata e o sucesso, igualmente. E neste domingo (16), completa-se um ano em que essa dupla foi desfeita.

Rezende faleceu no dia 16 de setembro de 2017, após uma luta contra o câncer no pâncreas e no fígado.

A pedido do NaTelinha, Percival de Souza escreveu um artigo com depoimento sobre o amigo e as saudades que sente.

Confira na íntegra:

Marcelo Rezende era um jornalista excepcional, com muito talento para apurar histórias e saber contá-las. Fazia isso com sensibilidade e levou para a TV o que soube fazer no jornalismo impresso. Foi um repórter por excelência.

Como ele, a minha origem profissional é do impresso. Também aprendi a aprimorar a linguagem da TV, o que inclui descrever em minutos aquilo que teria grande espaço no jornal ou na revista. A linguagem da televisão exige ser didático sem cair na superficialidade. Ele foi um mestre nisso.

Depois da sua morte, pedi ao diretor de jornalismo a retirada de um trono, uma réplica do usado pelo rei Nabucodonosor, da Babilônia. Esta foi uma das criações dele, que mesclava casos do cotidiano com momentos de descontração e humor. Este estilo era pessoal, intransferível, e aos poucos, estou tentando fazer a retomada desses tempos inesquecíveis, agora com Luiz Bacci.

Nos primeiros dias após a morte, entrar no estúdio era uma agonia. Tudo lembra Marcelo: cenário, apresentação das matérias, imaginar como ele faria se estivesse conosco. É um ato de costurar todos os dias os retalhos de uma enorme colcha de saudades.



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!