Reportar erro
Sucesso na web

Perto de voltar ao ar, "Filhos da Pátria" teve bom resultado na web na primeira temporada

Série de humor ocupará a primeira linha de shows da Globo as terças

"Filhos da Pátria"
"Filhos da Pátria" vai ter nova temporada na TV em outubro - Foto: Reprodução/Globo
Naian Lucas

Publicado em 25/09/2019 às 13:55:00

Filhos da Pátria” já tem data para voltar na TV aberta e a produção da sua segunda temporada não foi uma escolha à toa da Globo. Isto porque a primeira edição, lançada em 2017, fez com que a obra fosse a segunda série com maior tempo médio assistido por usuário.

De acordo com informações oficiais disponibilizadas pelo Grupo Globo, em plano comercial, o tempo médio gasto por usuário nas séries neste período foi de 41min 14seg, crescendo 56% em relação ao ano de 2016. A produção acabou tendo todos seus episódios lançados primeiro no Globoplay e depois passou na TV aberta.

Se na Globo o principal público é a classe C, na internet é diferente. “Filhos da Pátria” foi mais assistida pelas classes A e B, representando 46% dos espectadores. A classe C foi 44% do público, enquanto D e E fecham a conta com 10%.

O público masculino é quem mais maratonou a produção de comédia. Segundo dados do Grupo Globo, 74% dos espectadores era homens. Já as mulheres representaram 26% das pessoas que assistiram aos episódios.

Os adolescentes e jovens também gostaram da história cômica que retratava o Brasil por volta de 1820 e 1830. Isto porque, dos usuários que viram “Filhos da Pátria”, 44% tinha de 15 a 24 anos, enquanto de 25 a 34 foram 23% da parcela do público em relação à faixa etária.

Números na TV aberta

Cerca de 16 milhões de pessoas foram alcançadas por cada episódio transmitido na TV aberta, em média. No conjunto da obra, mais de 70 milhões de pessoas assistiram ou escutaram algo sobre a produção.

A segunda temporada contará com 10 episódios, tendo início no próximo dia 08 de outubro e terminando dia 10 de dezembro. Ela ocupará a primeira linha de shows da Globo, as terças-feiras.

Nessa nova fase, eles vão viver no Brasil de 1930, na Era Vargas. A família formada pelo pai Geraldo (Alexandre Nero), a mãe Maria Teresa (Fernanda Torres), o filho Geraldinho (Johnny Massaro) e a filha Catarina (Lara Tremouroux) prometem se envolver em novas confusões.

Mais Notícias