Promete

"La Casa de Papel": Tudo o que sabemos sobre a parte 3

Novos integrantes, ladrão capturado e invasão ao Banco da Espanha: a nova temporada de "La Casa de Papel"

Série espanhola chega com novos episódios em 19 de julho - Divulgação

Publicado em 29/06/2019 às 08:01:46

Por: Thiago Forato

"Somos a resistência e não vamos nos esconder", diz o Professor (Álvaro Morte) no trailer da terceira temporada de "La Casa de Papel", que estreia no dia 19 de julho na Netflix.

Nesta nova leva de episódios, o grupo volta a se reunir com a inclusão de novos membros que não colaboraram com o primeiro assalto, na Casa da Moeda da Espanha, e outros que se uniram no final do plano.

Para que tudo saia como o previsto, o Professor sabe que serão necessários novos apelidos para esses novos integrantes, e como não podia ser diferente, correspondem a nomes de cidades pelo mundo afora.

Os nomes escolhidos são: Lisboa, Marsella, Palermo e Estocolmo, essa já velha conhecida, mas que embarca na nova aventura proposta pelo Professor.

Depois de conseguir fugir com milhões de euros da Casa da Moeda, o Professor recebe uma ligação: um dos membros do grupo foi capturado. A única maneira de resgatá-lo é proteger o paradeiro dos demais e reuni-los novamente para um novo assalto. "O maior roubo jamais pensado", diz a sinopse.

O plano se trata de invadir o Banco da Espanha. A terceira temporada não foi algo que estava na mente dos criadores e eles precisaram encontrar uma razão para dar continuidade a "La Casa de Papel".

Rio: O gatilho de tudo

O membro mais jovem do grupo, Rio (Miguel Herrán), é quem vai permitir todos os ladrões de reunirem.

Mas, por qual o razão o Rio? Álex Pina, criador da série, definiu o personagem como um grande catalisador para reunir todos. Rio é sequestrado e leva Tóquio (Úrsula Corberó) a fugir da ilha paradisíaca onde se encontraram com o Professor para pedir ajuda.

O retorno de Berlim

A relação entre o Professor e Berlim (Pedro Alonso) foi um dos pontos fortes dos episódios anteriores.

Se no primeiro roubo ele estava procurando vingança pela morte de seu pai, agora será que ele o faria pelo seu irmão? Berlim fará aparições na nova temporada em formato de fantasma, quando os flashbacks acontecerem.

Presume-se, portanto, que saberemos mais sobre o personagem através das viagens ao passado que mostram a relação do professor com seu irmão já falecido, já que parece improvável que ele tenha sobrevivido ao monte de balas que recebeu no desfecho.

A morte ou não de Berlim permanecerá em mistério até a estreia chegar.

Por que o Banco da Espanha?

Os produtores pensaram no Banco da Espanha por ser aparentemente impossível executar um roubo no local, com rigidez colossal de segurança.

O grupo terá que enfrentar medidas de segurança realmente altas. "Nós temos uma moeda comum [euro], afeta quase todo o sistema financeiro da Europa", justificou o criador.

A reunião do grupo começa em Madrid, capital espanhola, mas as filmagens foram feitas em cinco países diferentes: Tailândia, Panamá, Itália e Reino Unido, além da Espanha, claro.

A diferença é que dessa vez o roubo não será planejado desde o início. Viva a espontaneidade.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!