Reportar erro
Novidade

Autor de “Cidade de Deus” apresenta série para o Globoplay

Bráulio Mantovani já até escolheu diretor do projeto

Bráulio Mantovani
Bráulio Mantovani quer escrever para o Globoplay
Daniel César

Publicado em 18/05/2019 às 13:31:38

Um dos roteiristas mais conceituados do cinema nacional quer voltar a trabalhar com séries. Bráulio Mantovani apresentou um projeto de série para ser desenvolvido pelo Globoplay, plataforma de streaming da Globo. A expectativa do autor é tão alta que ele já até escolheu o diretor para o projeto: Mauro Mendonça Filho.

A jornalista Patrícia Kogut deu a notícia de que Bráulio apresentou projeto para o Grupo Globo. O NaTelinha apurou que o projeto, de fato, foi enviado e aguarda posicionamento do Fórum de Dramaturgia que analisa todas as sinopses enviadas, sejam de novelas ou séries.

"A decisão final é do Silvio de Abreu, mas o projeto existe", confirmou uma fonte à reportagem. No entanto, ela não soube dizer de que se trata a série, uma vez que tem sido mantido sigilo sobre o assunto até que haja uma resposta em definitiva sobre a encomenda ou não da série.

Bruno Mantovani ganhou projeção nacional ao ser o roteirista de "Cidade de Deus" (2002), filme brasileiro considerado de maior sucesso no século. Por este trabalho, o roteirista foi indicado ao Oscar na categoria "melhor roteiro adaptado". O filme recebeu ainda outras três indicações, "melhor diretor" para Fernando Meirelles, além de "melhor edição" e "melhor fotografia".

Como se não bastasse, anos depois, ele voltou à tona ao escrever para José Padilha o roteiro de "Tropa de Elite" (2007). O sucesso do filme foi tão grande que eles se juntaram novamente para produzir o "Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro" (2010). 

Com outros filmes no currículo, Mantovani foi a mente por trás de obras como "O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias" (2006), dirigido por Cao Hamburger, responsável pelo roteiro de "Malhação: Viva a Diferença". Ele escreveu ainda "Linha de Passe" (2008) e "Última Parada 174" (2008).

Na TV, o autor foi um dos roteiristas do "Brava Gente" (2000), uma série da Globo que tinha episódios autônomos e que se inspirava na literatura nacional para contar as histórias. Além disso, ele esteve ainda por trás de "Cidade dos Homens" (2003), uma espécie de spinoff do filme "Cidade de Deus".

Ele também foi o responsável por "A Teia". série de 2014 que foi escrita por ele e por Carolina Kotscho e que era estrelada por João Guilherme, Paulo Vilhena e Andreia Horta.

Neste ano, Mantovani lançou "Albatroz", filme que é estrelado por Alexandre Nero e que mostra uma espécie de mundo distópico dentro da mente do próprio protagonista, numa versão tupiniquim e diferente de "Brilho Eterno de uma mente sem lembranças", obra de 2004 com Jim Carrey e Kate Winslet.

Mais Notícias