Reportar erro
Subindo

Em episódio tenso, “Carcereiros” bate recorde da temporada

Terceiro episódio foi exibido na terça-feira (30)

Carcereiros_0b8ae8f8c1e4fc19f6f17a8cf36b969a4565575c.jpeg
Episódio de "Carcereiros" foi tenso. Foto: Divulgação
Daniel César

Publicado em 02/05/2019 às 14:45:28

O terceiro episódio da segunda temporada de “Carcereiros” bateu recorde de audiência do ano. Com um episódio tenso e que envolveu o seqüestro da filha do protagonista, a série atingiu seus melhores resultados de audiência da temporada.

Segundo dados do Kantar Ibope, o episódio exibido na última terça-feira (30) alcançou média de 14 pontos e ficou três pontos acima da estreia, quando a média foi de apenas 11. Os dados se referem à Grande São Paulo, principal praça de audiência.

O episódio mostrou a trajetória do protagonista para tentar encontrar sua filha que havia sido seqüestrada justamente pelo pessoal que queria se vingar de sua atual temporada. Importante salientar que, na segunda temporada, o protagonista vivido por Rodrigo Lombardi e que é um carcereiro, está num relacionamento amoroso com uma prisioneira, vivida por Letícia Sabatella.

Desde as chamadas o episódio prometia muita tensão e cenas fortes, com direito a tiroteio e a ameaça de tortura. A temporada que já vinha em crescente de audiência, acabou se estabilizando na sua maior onda de crescimento desde o primeiro episódio.

Mesmo com o recorde, os números são bem abaixo que os obtidos no ano anterior. É que, em 2018 “Carcereiros” foi ao ar na Faixa I da Globo, ou seja, logo depois da novela das 21h. Para este ano, a programação a colocou na Faixa II, bem mais tarde do que foi exibido no ano passado.

Em 2018, a temporada obteve média de 21,12 em São Paulo e o segundo episódio da temporada ostenta a melhor audiência da história do programa. Exibida a praticamente um ano, dia 03 de maio do ano passado, o episódio em questão marcou média de 27,4 pontos, ou seja, mais de 13 ao recorde da segunda temporada.

“Carcereiros” é uma produção de Fernando Bonassi, Marçal Aquino e Dennison Ramalho e conta com a direção de José Eduardo Belmonte.

Mais Notícias