Por cima da carne seca

Fina Estampa: Milionário, Crô sente falta da Rainha do Nilo: "Preferia ela viva"

Tereza Cristina deixa metade dos bens para seu fiel escudeiro

 Fina Estampa: Milionário, Crô sente falta da Rainha do Nilo: "Preferia ela viva"
Crô recebe bolada como herança de Tereza Cristina em Fina Estampa - Reprodução/TV Globo

Taty Bruzzi

Publicado em 11/09/2020 às 06:06:00

No último capítulo de Fina Estampa, o barco que Tereza Cristina (Christiane Torloni) usou para fugir da polícia desaparece no mar e a Rainha do Nilo será dada como morta. Passado alguns dias, a família segue para a leitura do testamento da vilã. Além de René (Dalton Vigh) e dos filhos da perua, Crô (Marcelo Serrado) também estará presente.

continua depois da publicidade

Para a surpresa do mordomo, a megera deixou metade dos seus bens ao fiel escudeiro. Como novo milionário da praza, o tio de Vanessa (Milena Toscano) vai ocupar a mansão da ex-mulher do Chef de Cozinha.

Ele também vai usar parte da sua herança para fundar uma ONG que funcionará como centro de amparo aos homossexuais. Como a conta bancária recheada não será suficiente para fazê-lo se esquecer da patroa, o capacho será capaz de afirmar que preferia continuar pobre só para ela continuar viva. Confira!

continua depois da publicidade

Tereza Cristina deixa Crô milionário no último capítulos de Fina Estampa

No último capítulo de Fina Estampa, Tereza Cristina consegue escapar da polícia de barco com a ajuda de Pereirinha (José Mayer). A embarcação passa por uma tempestade e some no mar. Após busca, a Guarda Marinha vai concluir que não há sobreviventes e a perua será decretada oficialmente morta. A leitura do seu testamento será marcada para alguns dias depois.

Em conversa com o pai e o irmão, Paty (Adriana Birolli) avisa que Crô é um dos beneficiários da Rainha do Nilo. “A casinha onde eu moro, ela tinha prometido”, deduz o mordomo.

continua depois da publicidade

René Junior (David Lucas) alega que se sua mãe prometeu, com certeza a casa agora pertence ao capacho. “É, mas eu preferia tudo como era antes... Eu morando lá de favor e ela aqui...viva”, lamenta o tio de Vanessa.

O dono do Brasileirissimo corta o assunto avisando que os filhos vão com ele e sugere que Baltazar (Alexandre Nero) leve o colega de trabalho. “Cê faz isso?”, pergunta Crô ao motorista. “Se a senhora não abrir o bico”, dispara o machista.

continua depois da publicidade

Os beneficiários se reúnem para a abertura do testamento e o advogado de Tereza Cristina diz que ela deixou tudo muio bem explicado. “Na última vez que ela modificou, ela exigiu que fosse assim, para que não tenha nenhuma dúvida sobre ele”, sinaliza a autoridade.

“Primeiro, aos meus filhos Patrícia e Renê Buarque Siqueira Velmont, deixo o que a lei exige, meus bens móveis e imóveis, que serão repartidos entre os dois igualmente", lê o profissional.

continua depois da publicidade

Segundo, ao meu fiel escudeiro Crodoaldo Valério, deixo a casa...”, fala antes de ser interrompido. “Não acredito, a Divina Ísis cumpriu a promessa, agora eu sou dono da minha casinha”, se emociona o mordomo.

O advogado pede que deixe-o continuar a leitura e retoma de onde parou. “Ao meu fiel empregado Crodoaldo Valério deixo a casa em que vivi os últimos anos de minha vida, bem como cinquenta por cento restantes de minha fortuna”, revela.

continua depois da publicidade

Na sequência, Renê olha na direção de Crô e sorri. Já o tio de Vanessa tira seus óculos e por pouco não desmaia. “Peraí...”, balbucia antes e questionar o advogado. “O senhor está querendo dizer...”, gagueja a biba.

Para sua surpresa, o profissional reforça que ele e os dois filhos da perua são os únicos herdeiros da milionária. “Ah, não, para... Isso quer dizer... ma, ma, ma significa...”, continua a gaguejar feito uma gazela. “Que você tá rico, Crô”, dispara o Chef de Cozinha.

continua depois da publicidade

A caminho de casa, Crô continua a falar sozinho e Baltazar chega a perder a paciência com o agora ex-vizinho e colega de trabalho. “Rico?”, se pergunta o capacho da morta. “É...Isso mesmo... E ainda por cima continua meu patrão de verdade”, reclama o marido de Celeste (Dira Paes). A cena está prevista para ir ao ar no dia 18 de setembro.

Crô mantém caso secreto, inaugura ONG e continua a provocar Baltazar

Em Fina Estampa, Crô passou a maior parte do tempo sendo pisado por Tereza Cristina. Ao final da novela, o mordomo terá seu esforço reconhecido e se torna um dos grandes beneficiários da megera. Dada como morta depois que o barco de Pereirinha sofre naufrágio, a perua deixou um testamento que será lido dias após a conclusão do acidente pela polícia. No dia marcado, Paty avisa que o tio de Vanessa herdou algo.

continua depois da publicidade

Para ele, trata-se da casinha que sempre morou de favor. Emocionado, ele chega a dizer que preferia continuar assim em troca de a perua estar viva, pisando nele como de costume.

Na hora da abertura do documento, o advogado sinaliza que não tem muito a dizer já que a ricaça deixou tudo bem esclarecido. Então, ele explica que metade dos seus bens serão divididos entre os filhos. Já a mansão e os outros 50% pertencem ao Crô.

continua depois da publicidade

O mordomo sai de lá atordoado. Na casa nova, ele será recebido com festa por Marilda (Kátia Moraes). “Só seu, não... nosso... porque agora que o Crô é o dono dessa casa...”, começa a falar a empregada. “Crô, não, seu Crô. Agora ele é que é o mandachuva”, dispara Baltazar.

O novo milionário observa um jarro de cristal, em silêncio. Até que a empregada continua a despejar seu veneno. “Mas tu... quer dizer, senhor, merece, depois de ter cheirado o rabo da lacraia tanto tempo”, opina a doméstica antes de dar um abraço no novo patrão.

continua depois da publicidade

Depois de uma breve passagm de tempo, Crô aparece na suíte master falando com seu amante secreto. "Vai embora, antes que o Baltazar chegue”, ordena sem que ninguém veja a identidade do rapaz.

Na sequência, ele manda o motorista abrir a porta do carro rapidamente, pois está atrasado para uma reunião em sua ONG. “Centro de Amparo ao Homossexual Pintoso. Isso lá é obra de caridade?”, resmunga o pai de Solange (Carol Macedo).

continua depois da publicidade

“É sim, até porque os homossexuais pintosos precisam de ajuda, porque são discriminados até pelas bibas que se acham melhor do que as outras”, cutuca o herdeiro de Tereza Cristina.

"E eu vou ficar lá na porta esperando enquanto as gazelinhas ficam trotando para descobrir se eu sou berinjela ou jaboticaba”, reclama o fortão. Crô sinaliza que sim. "É, nós dois sabemos o que você é, não é?”, cutuca Baltazar.

continua depois da publicidade

“Ó, você descobriu, por acaso”, fala o ex-mordomo. No caminho, o tio de Vanessa ainda ordena que o machão diminua a velocidade para ele aproveitar a paisagem. “Não vai ficar olhando bofe comigo dentro do carro”, esbraveja o funcionário. “O carro é meu e eu olho, sim”, reage o novo milionário. A cena vai ao ar no último capítulo da trama.

 


Fique por dentro dos próximos capítulos de Fina Estampa e outras produções acessando o canal de Novelas do NaTelinha.

continua depois da publicidade

Quer saber mais? Confira o resumo semanal da novela Fina Estampa de 07/09/2020 a 12/09/2020.  

 

Mais Notícias