Reportar erro
Laços de sangue

Éramos Seis: Clotilde e Olga fazem as pazes por amor a Chiquinho

Almeida descobre existência de mais um filho e vai buscá-lo

Maria Eduarda de Carvalho e Simone Spoladore
Laços de sangue falam mais alto e irmãs se reconciliam em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo
Taty Bruzzi

Publicado em 06/03/2020 às 07:27:00

Clotilde (Simone Spoladore) sofreu muito em Éramos Seis, mas na reta final da trama a costureira dá uma guinada e finalmente se acerta com Almeida (Ricardo Pereira).

Incentivado por Lola (Gloria Pires), o vendedor de tecidos foi até Itapetininga buscar sua amada e a convenceu a aceitá-lo mesmo ele já tendo sido casado e, por conta disso, impossibilitado de se casar.

O mercador ainda não sabe, mas a tia de Alfredo (Nicolas Prattes) engravidou e deu à luz a um menino. Francisco foi entregue recém-nascido em adoção para que Olga (Maria Eduarda de Carvalho) e Zeca (Eduardo Sterblitch) criassem.

Nos próximos capítulos, o funcionário de Assad (Wernner Schunemann) percebe a tristeza da moça, indaga se ela está arrependida por ter largado tudo para ficar com ele e descobre sobre a paternidade de Chiquinho.

Então, o casal decide voltar à casa de Dona Maria (Denise Weinbert) para buscar a criança. A revelação causa atrito entre as irmãs, porém elas decidem selar um acordo de paz em razão do amor que sentem pela criança. Confira!

[VEJA-TAMBEM]

Almeida bate a porta de Olga e exige o filho de volta

Éramos Seis: Clotilde e Olga fazem as pazes por amor a Chiquinho

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Almeida pressiona Clotilde e ela acaba confessando que Francisco é o filho que ela teve com o vendedor de tecidos. A costureira explica que entregou a criança para a irmã, Olga, para que o menino não crescesse como bastardo.

Apesar do grande susto, o funcionário de Assad afirmou que jamais a julgaria já que ele mesmo errou muitas vezes nesta vida. Por outro lado, deu forças para a amada ir com ele buscar Chiquinho já que agora o casal está junto e pode criar o próprio filho.

Então, os dois pegam o primeiro trem parta Itapetininga e horas depois o mercador bate na porta da casa de Olga. A esposa de Zeca atende e fica surpresa com o retorno tão rápido da irmã e do cunhado. “Ora, mas pegaram o trem tão cedo por causa de quê”, questiona a ruiva.

"Olga, eu queria dizer. A vida tem caminhos muito tortos, a gente erra e depois tenta acertar. Eu vim buscar o Chiquinho. Não sei se tinha o direito de voltar atrás numa decisão dessas, mas não se trata mais do que é certo ou errado. Não quero viver separada do meu filho!”, sinaliza Clotilde.

“Nosso filho!”, complementa Almeida. "Me desculpem voltar assim, mas eu não tinha conhecimento desse arranjo. Sei que Clotilde tomou essa decisão num momento de desespero e provação. Mas eu sou o pai do Francisco”, dita o comerciante.

"Nossa intenção foi apenas ajudar, acolher Clotilde num momento difícil e solitário. Quando o senhor estava muito ocupado com seu antigo e segundo casamento, além de outros filhos", alfineta a ruiva.

Zeca se aproxima do trio e tenta acalmar os ânimos. O caipira se dirige a Almeida com um cálice de bebida e parabenizar Almeida. “Antes de tudo parabéns pelo filho, nosso filho”, brinda o cunhado de Clotilde.

Em seguida, o pai adotivo de Francisco lembra que o vendedor de tecidos já deixou a irmã de sua esposa na mão outras vezes e lhe faz uma pergunta: “Quem nos garante que não irá acontece de novo?”, questiona Zeca.

Almeida reconhece suas falhas, mas se defende garantindo que seu amor pela filha de Dona Maria é genuíno e alega que este amor é que os guiará pelo caminho correto.

Emocionado, Zeca sinaliza que o melhor a fazer é entregar a criança para seus pais biológicos. "Está certo. É justo. Espero mesmo que não lhe falte juízo, seu Almeida... Porque estou lhe entregando o meu caçulinha", afirma.

A sequência vai ao ar no capítulo do dia 6 de março.

Olga entrega Chiquinho e sela a paz com Clotilde

Éramos Seis: Clotilde e Olga fazem as pazes por amor a Chiquinho


Nos próximos capítulos de Éramos Seis, em um gesto de generosidade Olga abre mão de Chiquinho e o entrega para a mãe biológica. Clotilde engravidou de Almeida na primeira vez que se entregou para o vendedor de tecidos.

Abandonada mais uma vez pelo mercador, a irmã de Lola escondeu a gestação não só do pai da criança como, também, de toda a família. A doceira só descobriu a verdade dias antes de o sobrinho nascer.

Ao dar à luz a um menino, a tia de Isabel (Giullia Buscacio) decidiu que o melhor a fazer era entregar Francisco para Olga e Zeca criarem como se fosse deles. Assim, o bebê não sofreria por ser bastardo.

Para acalmar um pouco mais o coração de Clotilde, o casal a convidou para ser madrinha de Chiquinho. Passar grande parte do seu temo ao lado do filho não amenizou a dor da moça que se arrependeu, mas acreditava ser tarde demais.

Nesse tempo, Almeida se separou de Natália (Marcela Jacobina) e acabou sendo aconselhado por Lola a ir atrás de Clotilde depois que ele confessou para a viúva de Júlio (Antonio Calloni) que nunca deixou de amar sua irmã.

Assim, os dois finalmente se acertaram e forma morar juntos em São Paulo. No entanto, a melancolia da tia de Alfredo chamou a atenção do mercador que a pressionou e descobriu a verdade.

Os dois seguiram de volta a Itapetininga e exigiram Francisco de volta. A notícia não só pegou Olga de surpresa como, também, deixou a esposa de Zeca arrasada. Afinal, ela já se apegou ao menino como se fosse dela.

A ruiva ameaçou reagir e brigar com sua irmã pela guarda de Chiquinho, mas acabou aceitando que seria um desgaste ainda maior e decidiu abrir mãos do bebê por amor e respeito aos laços familiares.

“Sempre rezei para que sua história terminasse como tinha que ser. Deus ouviu minhas preces", confessa dona Maria, avó de Francisco. Clotilde pega seu filho com os olhos cheios d’água e implora pelo perdão de Olga que surpreende ao selar a paz entre elas.

“Perdoe-se você, minha irmã. E liberte-se de tanto peso que carrega”, sugere a ruiva.
“Eu já amo tanto esse menino que quero o melhor para ele. E o melhor para um filho sempre é estar junto de seus pais. Mesmo que eu morra de saudade", complementa a mulher de Zeca.

Antes que Clotilde e Almeida partam, Olga se dirige até o quarto e retorna com um cobertorzinho em suas mãos. "Tem o cheirinho dele. Boa viagem, minha irmã. Para sua nova vida. A melhor companhia você já tem", finaliza.

A sequência vai ao ar no capítulo do dia 7 de março.

Mais Notícias