Recordista

Êta Mundo Bom! consolida Walcyr Carrasco como o "rei das reprises" da Globo

Novelas do autor foram as mais exibidas no Vale a Pena Ver de Novo na década

Êta Mundo Bom! consolida Walcyr Carrasco como o
Walcyr Carrasco é o autor de Etâ Mundo Bom - Foto: Divulgação/Globo

Publicado em 04/03/2020 às 04:30:00

Por: Naian Lucas

Faltam menos de dois meses para o fim de Avenida Brasil, mas a Globo já definiu a próxima trama do Vale a Pena Ver de Novo: Êta Mundo Bom!. Essa será a quinta novela de Walcyr Carrasco na faixa, transformando-o em recordista de reprises no horário nesta década.

O autor emplacou no Vale a Pena Ver de Novo o enredo Sete Pecados – estreou em 2010, década passada, mas terminou em 2011 –, Chocolate com Pimenta (2012), O Cravo e a Rosa (2013) e Caras e Bocas (2014).

Em termos de audiência, Walcyr conheceu fracassos e sucessos.  De acordo com a Kantar Ibope da Grande São Paulo, a novela protagonizada por Giovanna Antonelli, por exemplo, teve média geral de 12,9 pontos, enquanto a história do macaco Chico consolidou com 14,2. A vingança de Ana Francisca ficou com 14,9 pontos e o amor de Petruchio e Catarina registrou 13,8 de média.

João Emanuel Carneiro, segundo autor mais reprisado no Vale a Pena Ver de Novo nesta década, teve três novelas na faixa. Ele poderia ter empatado com Walcyr, caso A Favorita (2008) tivesse conquistado a vaga de Êta Mundo Bom – o enredo de Donatela (Cláudia Raia) e Flora (Patrícia Pillar) esteve na disputa pela vaga, segundo apurou o NaTelinha.

Campeão de audiência em outros horários, Carrasco está longe da TV com obra inédita desde o término de A Dona do Pedaço (2019). O autor se dedicará ao roteiro de Verdades Secretas 2, que começará a ser gravada no ano que vem e lançada exclusivamente no Globoplay, caso a Globo não mude de ideia.

Êta Mundo Bom! e o Vale a Pena Ver de Novo

Antes de Avenida Brasil ser anunciada com reprise do Vale a Pena Ver de Novo, Êta Mundo Bom foi cogitada como substituta de Por Amor. Na época que os rumores ganharam força nas redes sociais, internautas desaprovaram a decisão da emissora.

Poucos dias depois, a Globo negou a reprise e confirmou a história de Carminha (Adriana Esteves) e Nina (Débora Falabella) como a sucessora da trama de Manoel Carlos.

Êta Mundo Bom e sua história

Êta Mundo Bom! estreou em 2016 e marcou o retorno da parceria entre Jorge Fernando, que faleceu no final do ano passado, e Walcyr Carrasco. Os dois também não trabalhavam no horário das seis desde Alma Gêmea, produzida em 2005 e finalizada em 2006.

A produção foi protagonizada por Sérgio Guizé e Débora Nascimento e contou no seu elenco com Marco Nanini – primeiro trabalho do ator na TV após A Grande Família – Bianca Bin, Eliane Giardini, Flávia Alessandra, Elizabeth Savalla, Eriberto Leão, entre outros.

A trama contou a história de Candinho durante a década de 1948, um caipira que foi separado da mãe logo após seu nascimento, sendo obrigado a viver com uma família de oportunistas. Com o tempo, ele se arrisca na cidade grande e descobre que é filho de Anastácia, uma mulher rica. Mas para poder viver em paz com sua família, tem que enfrentar as maldades de Sandra.

Na sua exibição original, Êta Mundo Bom fechou com média de 27,1 pontos e se tornou a novela de maior audiência do horário das seis na década, superando Cordel Encantado.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!