Ela vai ter um bebê

Éramos Seis: Inês transa com Alfredo, engravida e rebelde leva sabão de Adelaide

Lúcio será confundido como o pai da criança; Entenda

Éramos Seis: Inês transa com Alfredo, engravida e rebelde leva sabão de Adelaide
Inês transa com Alfredo e engravida em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo

Publicado em 21/02/2020 às 06:29:00

Por: Taty Bruzzi

Em Éramos Seis, Inês (Carol Macedo) se alistou como voluntária para atender os soldados na Revolução e acabou se envolvendo com Alfredo (Nicolas Prattes). O irmão de Carlos (Danilo Mesquita) nunca escondeu a atração que sentia pela moça.

Porém, o casal só ficou juntos agora e seus encontros na tenda do acampamento vão deixar marcas. Adelaide (Joana de Verona) flagrou o primo aos beijos com a filha de Afonso (Cássio Gabus Mendes) e vai dar um chega para lá.

Em sua defesa, o filho de Lola (Gloria Pires) alega que se deixou levar pela incerteza de que haverá um amanhã depois que a guerra acabar.

O rebelde nem imagina que seus atos terão consequências depois que o affair terminá e a moça descobrir que está grávida do ex-cunhado. Confira!

[VEJA-TAMBEM]

Adelaide não perdoa traição de Alfredo com Inês

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Adelaide vai dar um sermão daqueles em Alfredo por causa do envolvimento do primo com Inês. A filha de Emília (Susana Vieira) conseguiu um trabalho como jornalista para cobrir a guerra.

Além de querer registrar o que acontece no front, a feminista pretendia passar o maior tempo possível ao lado do primo, mas acabou sendo trocada pela enfermeira e não vai deixar barato.

Decepcionada e traída, a irmã de Justina (Julia Stockler) terá uma conversa séria com o irmão de Carlos e dirá o quanto foi feio sua atitude em se meter com a ex-namorada do falecido.

“Então você e Inês… por essa eu não esperava… A solidão, a tensão das trincheiras, a impressão de que tudo podia terminar de uma hora para outra… e vocês, duas almas solitárias, se entregaram a uma paixão avassaladora…”, debocha Adelaide.

O sobrinho de Clotilde (Simone Spoladore) reage aos comentários da prima e culpa os efeitos da guerra por suas atitudes. “Tirando o tom de ironia, tudo o que você diz é verdade… essa guerra deixa qualquer um com os nervos expostos…”, se defende.

Enciumada, a moça joga na cara que o subversivo foi capaz de seduzir a namorada do primogênito da família Lemos que se ofende e pede para a jornalista deixar a alma de Carlos em paz.

“Por favor não brinque com coisa séria… eu acho que eu e Inês de uma maneira meio torta precisamos mostrar que a vida ainda vale a pena, mesmo depois da morte do meu irmão… e foi preciso a gente estar aqui, vendo gente morta, ferida, sem saber se iria estar vivo amanhã para deixar isso acontecer…”, alega.

As palavras de Alfredo deixam Adelaide ainda mais irritada e ela o confronta. “Eu também estou na guerra… entendo do que está falando… ou você acha que no meu caminho cobrindo as batalhas também não tinha outros Alfredos dando sopa? A diferença é que eu não quis…”, alfineta.

“Eu não sou bom como você em refrear os meus desejos…”, rebate o soldado. “Sim… mas você sabe que seus desejos não são muito constantes… então devia pensar melhor antes de usar as pessoas…”, dispara Adelaide.

“Eu não uso ninguém. Quando estou com uma pessoa, eu sou sincero… e sou sincero como não sou com mais ninguém”, conclui Alfredo enquanto vê a prima virar as costa e partir.

A cena vai ao ar em breve.

Lúcio descobre que a namorada está grávida de outro

Inês perdeu a virgindade com Alfredo durante a guerra, mas o relacionamento relâmpago durou até o fim da Revolução.

De volta à São Paulo, a enfermeira recebe um pedido de namoro de Lúcio (Jhona Burjack) e dá uma chance ao rapaz.

"Eu que peço desculpas. Não me sinto disponível para romance. Estou muito magoada com a vida. A morte de Carlos me devastou. Depois o encontro com Alfredo me confundiu", alega a moça.

"Agora é você que vem chamar o nome do Alfredo", reage o estudante de direito que brigou com o amigo por ciúmes da filha de Afonso. "Não vamos falar mais nele. Eu gosto de estar com você, Lúcio. E isso não é pouco. Me dê um tempo. O tempo é um bom conselheiro", se defende a morena.

Dias depois, o casal inicia um romance meio frio. Inês chega a recuar quando o ex-namorado de Isabel (Giullia Buscacio) tentar lhe dar um beijo.

"Desculpa, desculpa. Eu não devia ter feito isso. Foi um impulso, sei que é precipitado", lamenta o jovem para a amiga.

Será durante uma caminhada que a ex-namorada de Carlos sente uma vertigem após avistar o rebelde. "Ele não gostou de nos ver juntos. Alfredo me irrita com esse jeito vaidoso dele. Mas você também fica mexida com a sua presença. Sente saudade?", questiona Lúcio.

"Não é isso. Talvez culpa. Alfredo continua sendo o irmão do Carlos. Nunca vai deixar de ser. Mas é alguém que me confundiu, e que me confunde sempre por isso. Não sei o que pensar. Fico abalada. Por ele, por Carlos, por mim", se defende Inês.

A enfermeira coloca a mão na testa e Lúcio pensa em pedir ajuda, mas ela se nega. "Não foi nada. Apenas uma queda de pressão", responde.

Em um segundo passeio. Inês volta a se sentir mais. A moça sente um forte enjoo e ao ir até o banheiro de uma confeitaria para lavar o rosto fica tonta e desmaia.

A filha de Shirley (Bárbara Reis) será levada para o hospital onde trabalha. "Vai ficar tudo bem, Inês, vou te esperar aqui", promete o irmão de Lili (Triz Paris) enquanto a namorada for encaminhada para o consultório.

Horas depois, um médico se aproxima de Lúcio com um sorriso no rosto e lhe dá os parabéns. "O estado dela requer cuidados, atenção", inicia a conversa.

"Escuta, sei como são essas coisas da juventude. O senhor se antecipou... É o momento de se adiantar, e fazer o que precisa ser feito", aconselha o profissional da saúde.

"O senhor me desculpe, mas não entendo", pergunta Lúcio. "Rapaz, a sua namorada, a enfermeira Inês, está grávida. Parabéns. Você será pai", solta a bomba.

A cena vai ao ar no capítulo do dia 9 de março.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!