Reportar erro
Pagando os pecados

Éramos Seis: Virada de jogo faz Almeida pagar pelos erros com Clotilde

Natália tira a máscara de boa madrasta e revela traição nos próximos capítulos

Ricardo Pereira
Almeida será traído por Natália em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo
Taty Bruzzi

Publicado em 07/02/2020 às 07:35:10

Em Éramos Seis, Almeida (Ricardo Pereira) irá pagar na mesma moeda por ter se envolvido com Clotilde (Simone Spoladore) e a jogado para escanteio, fazendo-a sofrer tanto.

Apaixonada pelo vendedor de tecidos, a irmã de Lola (Gloria Pires) acreditou que ele a amava a ponto de largar Natália (Marcela Jacobina) para ficar com ela e acabou se entregando para ele.

Abandonada, a solteirona chegou a pensar em suicídio após perder a virgindade e descobrir que estava grávida. Enquanto isso, o funcionário de Assad (Werner Sh6unemann) manteve seu casamento com a tradutora só para garantir a guarda compartilhada dos filhos do seu primeiro casamento.

Nos próximos capítulos do folhetim da TV Globo, o colega de trabalho de Alfredo (Nicolas Prates) terá uma forte discussão com a acompanhante que retorna de uma temporada no Rio de Janeiro para fugir da guerra.

Natália tira a máscara de boa madrasta, confessa que não suporta os filhos adolescentes do marido e só os aceitou em sua casa para segurar Almeida e, ainda, diz que colocou um par de chifres no vendedor. Confira!

[VEJA-TAMBEM]

Almeida conhece filho que teve com Clotilde

Éramos Seis: Virada de jogo faz Almeida pagar pelos erros com Clotilde

A paixão de Clotilde por Almeida em Éramos Seis fez da vida da moça um verdadeiro inferno. Quando os dois se conheceram o vendedor já havia sido casado e escondeu seu estado civil para ela.

Com medo de ser apontada pela sociedade, a irmã de Lola desistiu de ficar com o amado e passou anos sofrendo pela separação. O reencontro aconteceu e o casal acabou se envolvendo novamente.

Pela segunda vez, Clotilde chegou atrasada na vida de Almeida que agora dividia o mesmo teto com Natália (Marcela Jacobina). A incerteza fez com que a tia de Isabel (Giullia Buscacio) optasse por voltar para o interior.

Quando estava prestes a embarcar, a solteirona foi convencida a ficar pelo comerciante e acabou perdendo a virgindade sob a falsa promessa de se acertar com ele.

Entretanto, ao invés de assumir a moça conforme havia garantido o vendedor voltou atrás depois que Natália conseguiu antecipar a audiência com o pedido de guarda compartilhada dos filhos do marido com a primeira esposa.

Ignorada, abandonada e agora grávida, Clotilde vem comendo o pão que o diabo amassou desde então. Até pensamentos suicidas passaram pela cabeça da moça que também não descartou a possibilidade de abortar o filho ou dá-lo para a adoção.

Aconselhada por Durvalina (Virgínia Rosa), a irmã de Olga (Maria Eduarda de Carvalho) até tentou contar sobre o filho para Almeida, mas acabou sendo impedida por Natália que a escorraçou quando descobriu de quem se tratava.

Nos próximos capítulos, a irmã de Lola revela a gestação, se muda de volta para Itapetininga e entrega o bebê para que Olga e Zeca (Eduardo Sterblitch) criem como sendo deles, enquanto que ela se torna madrinha do próprio filho.

Por ironia do destino, Almeida aparece na cidade no dia do batizado, vai até a igreja e apesar de surpreender a ex-amante com um menino nos braços ele nem imagina que Chiquinho é seu filho.

A sequência vai ao ar no capítulo do dia 18 de fevereiro

Natália se vinga de Almeida com traição

Éramos Seis: Virada de jogo faz Almeida pagar pelos erros com Clotilde

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Natália retorna do Rio de Janeiro após o fim da Revolução e terá embate com Almeida que questiona o fato de a mulher ter chegado à cidade na companhia do sócio de Assad (Werner Shünemann).

A tradutora não gosta do tom com o qual o marido dirige a ela e o casal acaba trocando ofensas. "O que é apropriado então? Ficar meses sem falar comigo? Sem me dar um telefonema?", indaga Natália.

"Não me telefonou também, Natália. Não sentimos falta um do outro, pelo visto. Tem algo errado nesta conversa. Não parecemos um casal saudoso, parecemos dois estranhos. Ou, quem sabe, dois inimigos", rebate Almeida.

Após trocar farpa com a mulher, o comerciante sugere que o casal fique em paz já que em breve Rita (Noham Hadam) e Ernesto (João Vitor Manhães), filhos do primeiro casamento dele, estão voltando de Minas Gerias.

Porém, Natália não quer mais ficar calada e abre o jogo com o marido. "Sabe que estou cansada de ser usada tanto assim? De só servir como madrasta dos seus filhos? Fui mais feliz quando estava longe", sinaliza a tradutora.

"Só servi para ajudar na guarda de Rita e Ernesto. Mas é pouco. Nenhuma mulher é feliz só por gratidão. Eu quero ser amada. Se não fosse pelas crianças, teria me abandonado na primeira oportunidade. Ficou comigo por interesse, apenas isso", dispara.

"Nunca abandonaria você, mas concordo que é errado manter uma união apenas por causa de um lar. Foi um grande erro que cometi, não ter tido coragem de assumir, de dizer a verdade. Não quis magoá-la, uma pessoa que foi tão boa para mim quando precisei", se defende o vendedor.

Irritada, a tradutora joga o que pensa na cara companheiro sem dó. "Não quero seus elogios. Não preciso de sua gratidão, nem de seus bons sentimentos. Você gosta da verdade, não é? Fui mais feliz nos braços de outro homem, no Rio, nos braços de Elias [Brenno Leone], do que jamais fui na sua cama", confessa a traição.

"O que está dizendo?", pergunta Almeida. "Que não sou uma boba e que amei o ar da praia. Não percebe que sua frieza é um sepulcro? Dane-se você e sua melancolia. Me faz sofrer todos os dias", ataca Natália.

"Se é assim, eu penso que não podemos continuar juntos. Devemos ter coragem de separar nossa infelicidade. E seguirmos, cada um, o seu caminho em separado", sugere o amigo de Julinho (André Luiz Frambach).

A sequência vai ao ar no capítulo do dia 26 de fevereiro.