Bombaram

Não foi só Bom Sucesso: 5 novelas que marcaram mais Ibope que o horário das nove

Lista relembra tramas que tiveram altos índices de audiência

Não foi só Bom Sucesso: 5 novelas que marcaram mais Ibope que o horário das nove
Bom Sucesso já marcou mais Ibope que a novela das 21h, Amor de Mãe - Foto: Divulgação

Publicado em 20/01/2020 às 05:00:01 ,
atualizado em 20/01/2020 às 10:46:46

Por: Daniel César

Bom Sucesso entra em sua última semana a partir desta segunda-feira (20) com uma conquista e tanto. Por mais de uma ocasião, a trama escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm alcançou números de audiência superiores aos da novela das nove, como aconteceu na última quinta-feira (16), quando Amor de Mãe atingiu 31 pontos ante 32 da novela protagonizada por Grazi Massafera e Antônio Fagundes.

O fato é incomum, mas não se trata de uma conquista inédita. Em algumas ocasiões até surpreendentes, novelas de outros horários foram mais assistidas que as produções do principal horário da Globo. Pensando nisso, o NaTelinha preparou uma lista para relembrar estes acontecimentos.

Confira:

Êta Mundo Bom

Walcyr Carrasco retornou ao horário das 18h depois de muito tempo e escreveu outro sucesso da faixa. Êta Mundo Bom saiu de cena em 2016 ostentando o título de melhor audiência da década no horário e conseguiu até superar a novela das 21h enquanto esteve no ar.

Trata-se de Velho Chico, a despedida de Benedito Ruy Barbosa e que marcou a morte de Domingo Montagner, afogado num acidente no rio São Francisco. Em 12 de abril de 2016, Velho Chico alcançou média de 30 pontos enquanto Êta Mundo Bom foi a 32.

Uga Uga

Um dos maiores sucessos da primeira década dos anos 2000 no horário das 19h foi Uga Uga. Uma espécie de revista em quadrinhos escrita por Carlos Lombardi obteve alto desempenho no Ibope e chegou a conquistar o feito de ter mais Ibope que uma produção do principal horário de novelas da Globo.

O fato aconteceu em 10 de junho de 2000, quando Laços de Família, novela de Manoel Carlos, que se transformou numa produção icônica, marcou 35 pontos de média, enquanto a trama com o universo de Lombardi ficou com 38.

Alma Gêmea

O maior fenômeno de audiência do século XXI no horário das 18h foi Alma Gêmea. A proposta espírita escrita por Walcyr Carrasco, atingiu números que surpreenderam a todos e chegou a vencer o horário das 21h, que exibiu tramas de sucesso incontestável e, mesmo assim, acabaram superadas.

Foi o caso de Belíssima. A produção de Silvio de Abreu, que mostrou ao mundo a vilã Bia Falcão, de Fernanda Montenegro, foi um sucesso de Ibope, mas chegou a perder para Alma Gêmea em 03 de março de 2003, quando atingiu 46 pontos contra 50 da trama das 18h.

Mulheres de Areia

O remake de Ivani Ribeiro feito para a Globo em 19934 mostrou o talento de Glória Pires e fez o Brasil parar para acompanhar uma trama do horário das 18h que ostenta, ainda hoje, o título de maior audiência da história da faixa, a tal ponto de superar a produção que era exibida às 21h.

Em 10 de maio de 1993, quando terminou a exibição de seu capítulo, Mulheres de Areia havia alcançado média de 57 pontos. Um pouco mais tarde, a Globo exibiu Renascer, de Benedito Ruy Barbosa, que ficou com 56.

Ti-Ti-Ti

Criação de Cassiano Gabus Mendes, a história dos dois costureiros que se odiavam ganhou o Brasil nos anos 80 e ajudou a consolidar a faixa das 19h com estilo voltado ao humor. A produção fez tanto sucesso, que chegou a rivalizar com o horário das 21h em termos de audiência.

Em 03 de março de 1986, a guerra entre Victor Valentin e Jacques Laclair marcou 63 pontos de média e superou a audiência conquistada no mesmo dia por Selva de Pedra. O remake da obra de Janele Clair, que está sendo exibida no Viva atualmente, marcou naquela data 55 pontos.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!