Chega de sonhar

Éramos Seis: Carlos descobre dívida do pai e se sacrifica pela família

Estudante se sente culpado e decide largar a faculdade de Medicina em Éramos Seis


Danilo Mesquita
Carlos larga a faculdade em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Carlos (Danilo Mesquita) descobre que Júlio (Antonio Calloni) se endividou para pagar os livros do curso de medicina do filho e se sentira culpado.

A notícia virá à tona quando Lola (Gloria Pires) for comprar um fogão novo. A essa altura, a dona de casa vai estar vendendo doces caseiros e decide investir em um novo eletrodoméstico para dar conta das encomendas.

Inicialmente, o filho mais velho da família Lemos se revolta contra o pai. Porém, se arrepende quando descobre o destino que o falecido deu ao dinheiro e decide se sacrificar largando os estudos. Confira!

Carlos se sente culpado pela dívida do pai

Éramos Seis: Carlos descobre dívida do pai e se sacrifica pela família

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Lola vai comprar um fogão novo e desiste do negócio depois que nova dívida de Júlio vir à tona. Carlos negocia a devolução do eletrodoméstico e com o dinheiro em mão vai até o banco quitar o empréstimo.

“Depois de se livrar dessa preocupação, vai ficar com a cabeça livre para concentrar nos estudos”, afirma Inês [Carol Macedo] enquanto acompanha o namorado. “É tudo que mais quero… Depois de pagar as extravagâncias do meu pai”, responde Carlos.

Com o recibo em mãos, o estudante pergunta ao atendente do banco a origem do empréstimo e se choca com a verdade. “Aqui no canhoto da promissória consta que foi um crédito feito em uma livraria. Para compra de livros universitários de medicina”, responde o rapaz.

“Meu pai pegou o empréstimo para comprar os meus livros da faculdade. E eu falando mal, achando que a dívida era por diversão, bebida… Fui tão injusto, chamei ele de maldito, maldito!”, lamenta Carlos.

“Meu pai se endividou porque queria que eu me formasse médico. E isso está cada vez mais longe de acontecer”, exclama. Inês ainda tenta acalmá-lo convidando o namorado para tomar um sorvete, mas ele decide ir para casa.

Carlos conta o que descobriu para Lola e sua mãe pede que ele não se martirize com essa história. Alfredo (Nicolas Prattes) chega e seu irmão conta o que aconteceu.

“Então está tudo justificado: foi por um motivo nobre. Investir no futuro do melhor filho”, alfineta Alfredo enquanto entrega um dinheiro nas mãos da mãe e diz ser o que mais a ajuda em casa, hoje.

Apesar de aborrecido, Carlos acusa o mecânico de estar fazendo uma boa ação só para humilhá-lo e os dois começam uma discussão. “O meu pai sustentava a casa… Não é o caso do Carlos, ou estou enganado?", ironiza Alfredo.

"Banca o chefe da família, mas é só pose, porque não tem autoridade pra tanto”, acrescenta. Lola interrompe os filhos e pede que eles parem com a briga fora de hora.
A cena vai ao ar no capítulo do dia 30 de dezembro

Carlos desiste da faculdade de medicina e deixa Lola arrasada

Éramos Seis: Carlos descobre dívida do pai e se sacrifica pela família

A revelação de que Júlio se endividou todo para garantir os estudos do filho deixou Carlos com sentimento de culpa. Desde que o pai morreu que ele assumiu a postura de chefe da família.

Entretanto, não está sendo fácil conciliar o trabalho com os estudos. Então, o namorado da Inês decide trancar a faculdade. A notícia deixa Lola desolada, pois não acha justo o filho se sacrificar tanto assim.

O primeiro a ficar sabendo será Marcelo (Guilherme Ferraz), melhor amigo do irmão do Alfredo. Carlos explica que o trabalho como entregador de medicamentos não lhe rende muito e ainda toma o tempo que ele deveria se dedicar aos estudos.

O jovem o aconselha a largar o trabalho e se dedicar mais aos estudos, já que falta pouco para ele se formar, mas se surpreende quando o filho da Lola diz que fara o contrário.

“Do trabalho, Marcelo? Não sou filho de rico. Medicina é uma carreira ingrata. Necessita de investimento, de tempo, dinheiro… Meu pai quando era vivo se encalacrou para manter meu sonho", lamenta Carlos.

"Mas ele morreu, Marcelo. E nos deixou maldizendo a sorte… Sabe o que eu acho? Duro admitir, mas essa vida de estudante não é para mim. Preciso encarar o meu destino de cabeça erguida e não é ficando aqui”, ressalta.

Em casa, Carlos conta o que decidiu à mãe que fica surpresa. “Tomei minha decisão. Vou largar a faculdade. Já fui na secretaria, me informei sobre o que tinha que fazer. Tranquei o curso", revela.

"Medicina não cabe na nossa vida. É um curso caro, por conta de livros, investimento em estudos. Depois tem os anos de residência… Quando vai começar a dar retorno?”, questiona o primogênito.

Lola argumenta com o filho e diz que o retorno ainda virá. Ela ainda ressalta que se Júlio investiu nos estudos do rapaz é porque acreditava em seu potencial, mas o menino avisa que não voltará atrás.

“Mas eu não tenho orgulho de mim. Não tenho! Do jeito que estou sou mais um peso. Um homem precisa sustentar a família. E é o que farei. Ainda temos essa casa para pagar e acha que conseguiremos só com suas encomendas, com os tostões do Julinho e as diárias pingadas do Alfredo? Claro que não… é obvio que não", pontua.

"Está mais do que na hora de encararmos a realidade. E a minha realidade é arrumar um emprego melhor”, avisa o rapaz que não esconde a tristeza, mas sabe que e o melhor a fazer agora.

A cena vai ao ar no dia 31 de dezembro.
 

Mais Notícias