Alguém explica?

7 momentos sem sentido em A Dona do Pedaço

De pedido por telefone a namoro sem beijo: Detalhes estranhos que não passaram em branco

7 momentos sem sentido em A Dona do Pedaço
Teo mostra o registro da Josiane matando Jardel com o celular na horizontal em A Dona do Pedaço - Reprodução/TV Globo

Publicado em 21/11/2019 às 04:30:00

Por: Taty Bruzzi

A Dona do Pedaço termina na próxima sexta-feira (22). Escrita por Walcyr carrasco, a novela que conta a saga da Maria da Paz (Juliana Paes), mulher guerreira que sobe na vida vendendo bolos da rua, alavancou a audiência no horário nobre da Globo. 

A trama chega a sua última semana como sucesso de público. Entretanto, a produção sofreu críticas e cometeu deslizes. Destacamos 7 momentos que não passaram despercebidos aos nossos olhos.

Alguém explica?

Aplicativo x Pedido por telefone

Toda novela conta com anúncios de merchandising e com A Dona do Pedaço não foi diferente. Neste caso, um dos anunciantes da trama era um famoso serviço de delivery. Por mais de uma vez, aconteceu cenas que chamava a atenção para o uso do aplicativo. 

Em uma das cenas, Rock (Caio Castro) Zé Hélio (Bruno Bevan) estão em uma pizzaria e aparece um funcionário se preparando para fazer as entregas. Em sua bolsa térmica está estampado a logo do serviço de delivery.

Na sequência, o Técnico de Informática comenta sobre o aplicativo com o irmão, destacando a facilidade em se fazer o pedido através do celular e recebê-lo em casa sem burocracia. 

Em seguida, Kim (Monica Iozzi) aparece falando ao telefone com Marcio (Anderson Di Rizzi). O diretor financeiro da Bolos da Paz avisa que vai demorar um pouco para sair do trabalho e ela diz que irá pedir uma pizza para os dois comerem juntos, quando ele chegar em casa.

Assim que ela termina a conversa, a assessora usa o mesmo celular para ligar para a pizzaria e fazer o pedido, ignorando a existência do aplicativo que havia acabado de ser citado na cena anterior. Meio incoerente, não?

O registro do crime

Chantageada por Jardel (Duio Botta) depois que o mordomo descobre seu caso com Régis (Reynaldo Gianecchini), Josiane (Agatha Moreira) concorda em pagar pelo silêncio do funcionário da sua mãe. 

A patricinha marca o encontro em uma rua movimentada, mas quando entrega a bolsa com o dinheiro, o mordomo deixa claro que a chantagem não acaba por ali. A pilantra, em um momento de fúria, empurra  Jardel na direção de um caminhão e ele morre atropelada. 

Fabiana (Nathalia Dill) não só presencia o crime como registra o momento em que o rapaz é lançado para a morte. A ex-noviça tira uma foto com o seu celular e passa a chantagear a blogueira. 

Mais curioso do que a irmã da Vivi (Paolla Oliveira) ser a única a observar a cena, levando em consideração de que era dia e a rua estava movimentada, é que o registro foi feito com o aparelho na vertical. Só que quando Fabiana e Téo (Rainer Cadete) mostram a imagem para Josiane o celular está na horizontal, dando a entender que a foto foi tirada com o aparelho nesta posição.      

Uma única DP em toda cidade

A trama de A Dona do Pedaço se passa na grande São Paulo, em pleno 2019, e ninguém nunca achou estranho Camilo (Lee Taylor) ser responsável por toda diligência na cidade. A sensação que dá é a de que só existe uma delegacia. 

Retomando a memória, Jardel foi atropelado em frente à estação de metrô da Conceição , localizada em Jabaquara. Já o atropelamento do Chiclete (Sergio Guizé) aconteceu no Bexiga, mesmo bairro onde está localizada a fábrica de Bolos da Paz, onde Josiane foi empurrada pela janela durante briga com Fabiana. 

Quando o motorista Comes (Oswaldo Mil) ameaçou Vivi e acabou sendo morto com um tiro por Chiclete, Camilo também atendeu ao chamado. Vale lembrar que a Digital Influencer mora em uma mansão que provavelmente está localizada em bairro nobre da cidade. Nos Jardins, talvez.

Agora, adivinha quem acabou com a confusão armada entre Marcio e Paixão (Duda Nalge) durante o casamento da Kim? Ele mesmo, o policial fascista e psicopata. A igreja escolhida pela assessora ficava em uma região bem afastada do centro de São Paulo. E ainda teve a morte do garoto de programa e o atentado contra Téo (Rainer Cadete).   

Reality não respeitou regras 

Maria da Paz (Juliana Paes) voltou a se reerguer depois de participar e vencer o Best Cake, um reality culinário que elegeu a melhor boleira do Brasil. Essa passagem na trama contou com as participações do diretor Boninho e da apresentadora Angélica. 

A loira foi quem comandou o reality fictício que teve Vivi Guedes como uma das juradas. Quando percebeu que a Digital Influencer conhecia a mãe da Josiane, a mulher do Luciano Huck explicou que pelas regras do programa isso não era permitido. 

Na ocasião, a modelo disse que a boleira foi casada com o cunhado do sócio do seu pai. Se não bastasse esta coincidência, Abel também era um dos participantes do reality como pessoa física. 

Entretanto, ele é confeiteiro na Bolos da Paz e pelo regulamento da atração, só eram permitidos candidatos autônomos. Mesmo assim, a toda hora ele se aproveitava para citar o nome da fábrica no ar. 

Por fim, nesta época a empresa pertencia à Fabiana (Nathalia Dill), irmã da Vivi. Sendo assim, tê-la como jurada avaliando Abel e Maria da Paz era algo inadmissível. Entretanto, a produção do Best Cake deixou passar. 

Falta de profissional qualificado

Se Camilo é o único policial de A Dona do Pedaço, o que dizer de Antero (Ary Fontoura) e Amadeu (Marcos Palmeira)? Os advogados ajudaram todo o elenco que precisou de assistência jurídica. 

Quando Rael (Rafael Queiroz) atirou em Maria da Paz, foi Amadeu quem tirou o sobrinha da cadeia. Ele precisou voltar à delegacia para livrar o rapaz e Lyris (Deborah Evelyn) acusados pelo roubo de um quadro.  

Aliás, o pai da Josiane também defendeu a irmã do Régis no processo de divórcio com Agno (Malvino Salvador). Além disso, ele tratou do caso da boleira quando ela atirou no playboy depois de flagrar o marido transando com a sua filha.    

Recentemente, ele está auxiliando a namorada na recuperação da Bolos da Paz e do apartamento de luxo que a boleira morava no início da trama. Amadeu se negou a prestar ajuda à Jô, mas recentemente foi ele quem entrou com pedido de redução de pena da garota.   

Já Antero é o advogado oficial da Bolos da Paz e sempre esteve presente nas negociações da empresária. O namorado da Marlene (Suely Franco) também foi quem ajudou Eusébio (Marco Nanini) no caso da apropriação da casa onde mora com a família. 

O veterano advogado ainda cuidou do divórcio do Agno com Lyris, ajudou Fabiana no caso em que ela foi laranja do empreiteiro e cuidou da soltura de Régis, preso como principal suspeito pelas mortes de Jardel e do namorado do mordomo. 

Namoro sem beijo

Um dos romances mais interessantes em A Dona do Pedaço foi protagonizado pelo casal Britney (Glamour Garcia) e Abel (Pedro Carvalho). Assim que a moça começou a trabalhar na Bolos da Paz como contadora, o português se encantou por ela. 

No início, a irmã do Rock (Caio Castro) resistiu bastante às investidas do confeiteiro porque tinha medo da sua reação quando descobrisse que ela é trans. Todos na fábrica sabiam, só o cozinheiro que demorou a descobrir. 

Abel tentou mais de uma vez beijar a moça, mas ela sempre se esquivava. Para ele, Britney era tímida, “moça direita”, como ele mesmo dizia, e foi esse jeitinho dela que o conquistou. 

Quando finalmente ela abriu o jogo com ele, os dois brigaram. O português se sentiu traído, enganado pelos colegas de trabalho, e por ela. Então, o casal passou boa parte da trama brigando e a outra ensaiando uma reconciliação.  

Nesta reta final, o português finalmente deixou o preconceito de lado e pediu a jovem em casamento. Eles realmente são loucos de amor um pelo outro, mesmo sem nunca terem dado um beijo durante o namoro.

A pasta verde 

Quando Maria da Paz concordou em passar a fábrica para o nome da Josiane, ela já tinha dúvidas sobre o caráter da filha. Então, se aconselhou com Antero e o advogado disse que podia fazer um documento capaz de desfazer a transação. 

O namorado da Marlene ficou com o documento para ser registrado em cartório e o guardou em seu escritório. Quando a blogueira decidiu tomar posse da Bolos da Paz, sua mãe foi em busca desse documento para impedi-la. 

Na ocasião, o advogado sofreu um aneurisma e foi hospitalizado. Nesta mesma época, Leandro (Guilherme Leicam) pegou uma pasta no escritório do Antero para guardar documentos que apresentaria na academia onde trabalhava como faxineiro. 

Ele escolheu justamente a pasta verde em que estava a tal procuração da Maria da Paz. Além do irmão de criação do Chiclete, o dono da academia, uma personal e a mãe da Vivi, Beatriz (Natália do Vale), estiveram com ela em mãos e nenhum deles notou ou teve a curiosidade de checar do que se tratava o papel dentro dela. 


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!