Ela não presta: Relembre as vilanias de Josiane em A Dona do Pedaço

Filha de Maria da Paz não mediu esforços para alcançar seus objetivos

Ela não presta: Relembre as vilanias de Josiane em A Dona do Pedaço
Retrospectiva A Dona do Pedaço: Josiane foi cruel como vilã - Arte: NaTelinha

Publicado em 16/11/2019 às 10:05:15

Por: Naian Lucas

Josiane iniciou A Dona do Pedaço como uma filha mimada de Maria da Paz, pronta para roubar a própria mãe. Só que, pouco a pouco, ela foi se mostrando uma pessoa cruel e assassina fria, o que “irritou” os telespectadores por causa das suas vilanias.

Impulsiva, a megera não se importou em tirar do seu caminho qualquer pessoa que atrapalhasse seus planos. Por conta disso, o NaTelinha resolveu listar as cinco maiores maldades de Josiane na novela escrita por Walcyr Carrasco.

Confira:

Josiane mata Jardel

Josiane (Agatha Moreira) se tornou amante de Régis (Reynaldo Gianecchini) e planejou ao lado dele uma forma de roubar Maria da Paz (Juliana Paes). Só que eles ficavam na mansão e o mordomo Jardel (Duio Botta) flagrou um momento íntimo da dupla de pilantras.

Como o empregado não era santo, chantageou a vilã e pediu muito dinheiro. A mal-caráter aceitou pagar, mas o rapaz exigiu mais numa atitude de vingança. “Achou que podia me humilhar o resto da vida? Agora sou eu que humilho você. Vai ter que passar o resto da vida ajoelhada implorando pra eu não contar”, disparou o empregado.

Por conta da ameaça, a filha de Maria da Paz tomou uma atitude radical e o empurrou em um caminhão que se aproximou em alta velocidade, matando-o sem o menor pudor.

Josiane mata Lucas

O problema que Jardel estava acomunado com Lucas (Kainan Ferraz) e também chantageou Jô. Ela aceitou pagá-lo para se livrar das chantagens, mas o garoto de programa parecia disposto a seguir pedindo mais dinheiro.

“Cê não pode ser tão boba assim”, provocou o rapaz. Ele explica que o celular entregue a vilã era falso e ele continuava com as fotos. “Eu tenho você na mão. Esse dinheiro aqui é só o começo. Vou querer muito mais. E você vai dar. Muito mais”, declarou de forma irônica.

Percebendo que não teria saída, a vilã não pensou duas vezes e jogou o rapaz do alto de um prédio. Nessa fase, já estava mais do que provado que Jô não mediria esforços para conquistar tudo o que sempre sonhou.

Josiane expulsa Maria da Paz de casa

Após descobrir que Régis (Reynaldo Gianecchini) e Josiane eram amantes, Maria da Paz ainda acreditou na boa fé da filha. Só que, ao chegar na sua casa, ela acabou sendo expulsa.

“Eu posso ser sua filha, mas não sou como você. Eu queria o tipo de vida que o Régis costumava ter. Eu não queria viver essa vida cafona que você vive... Então, eu junto com ele, fomos fazendo sua cabeça. Lembra de quem foi a ideia de botar a mansão no meu nome?”, disse Josiane, deixando sua mascará cair.

“Pegue suas coisas e vá embora. Quando o Régis voltar, não quero que encontre um traço sequer de você aqui. Agora não há mais motivo pra nos escondermos. Ele vai voltar. Vai viver aqui comigo. Vai viver na casa que você pagou”, falou de forma cruel, rompendo de vez com a sua mãe.

Josiane rouba empresa de Maria da Paz

Maria da Paz chegou disposta a perdoar Josiane, só que a garota não tinha a menor vontade em continuar ao lado da boleira. Além de pegar a mansão, a vilã também ficou com a empresa.

“A fábrica agora é minha. Cê botou a fábrica no meu nome. O documento foi registrado. O que importa é o que tá nos papéis. Cê passou a fábrica pro meu nome”, decretou a megera, deixando a mocinha pobre novamente.

Josiane ataca Teo

Josiane perdeu a empresa, a mansão e todo dinheiro que roubou de Maria da Paz. Foi chantageada por Fabiana (Nathalia Dill) e acabou vivendo na miséria. Só que suas vilanias continuaram e Teo acabou se tornando seu alvo.

O fotógrafo, completamente apaixonado por ela, descobriu que Jô foi responsável pelo assassinato de Jardel e a confronta. A garota o convenceu que era inocente e os dois foram comemorar o relacionamento num motel.

O problema que Josiane não confiava no seu ex-namorado e resolveu atacá-lo com um picador de gelo. “Adeus, Téo. Agora não existe mais prova de que eu matei o Jardel. Parabéns, Jô. Você se livrou”, afirmou satisfeita a vilã, saindo do quarto.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!