Diva

De avó carinhosa a pistoleira: Cinco vezes em que Fernanda Montenegro foi A Dona do Pedaço

Atriz completou 90 anos brilhando em cena

De avó carinhosa a pistoleira: Cinco vezes em que Fernanda Montenegro foi A Dona do Pedaço
Arte: NaTelinha

Publicado em 14/11/2019 às 05:39:00

Por: Naian Lucas

Fernanda Montenegro completou 90 anos no dia 16 de outubro deste ano e recebeu diversas homenagens da Globo e da classe artística. Seu trabalho mais recente na TV foi em A Dona do Pedaço, interpretando a pistoleira Dulce, avó da protagonista Maria da Paz (Juliana Paes).

Apesar de ter participado apenas da primeira semana, a interpretação da atriz recebeu muitos elogios e sua personagem se tornou um dos principais assuntos da internet no início da trama criada por Walcyr Carrasco.

Por conta disso, o NaTelinha resolveu listar as cinco vezes que Fernanda Montenegro foi A Dona do Pedaço.

Confira:

Dulce presenteia suas duas bisnetas com um amuleto

Uma cena que poderia ser simples, mas tinha um enorme significado para novela. Em A Dona do Pedaço, Fabiana e Virgínia foram afastadas da família em 1999 e se reencontraram em 2019 por causa do colar que receberam da bisavó Dulce.

Fernanda Montenegro deu muita emoção para cena e possibilitou ao telespectador compreender a importância daquele momento para trama. “Não esquece a bisavó, porque a bisavó ta velha”, explicou ao entregar o colar. “Olha bem, cigano entende esse negócio de proteção e sorte”, completou.

Essa cena foi exibida no primeiro capítulo no momento em que as duas irmãs comemoravam o aniversário.

Ordem de Dulce

Maria da Paz se apaixonou por Amadeu (Marcos Palmeira) e contou para família a verdade. Os Ramirez se reuniram para encontrar uma solução e Dulce foi quem tentou compreender a neta sobre seus sentimentos, mostrando o respeito que todos tinham por ela.

“O que ta combinado, filha?”, questionou a idosa. “Nós nos combinamos de nos encontrar na igreja amanhã. Eu conto pra ele o que acertamos aqui. Eu peço sua permissão, vó. Eu estou apaixonada”, explicou a jovem.

“Ademir, meu filho, faz um favor!”, pede Dulce, mandando logo em seguida Evelina (Nívea Maria) calar a boca. “Bota sua filha lá no quarto e fecha a porta com a chave”, determinou a matriarca, avisando que no dia seguinte mandaria matar Amadeu.

A cena cheia de tensão comprovou a forte personalidade da personagem interpretada por Fernanda Montenegro, que fazia de tudo para proteger sua família, mesmo que isso representasse a infelicidade deles.

Adeus de Maria da Paz e Dulce

Dulce nunca aprovou o casamento da neta com Amadeu e fingiu aceitar a união para poder atirar no rapaz. A família Matheus culpou Maria da Paz por isso e anunciou que irá matá-la, assim como o restante dos parentes dela.

Preocupados com a vida da boleira, Evelina resolveu enviar a filha para São Paulo. A menina se despediu da avó com muita tristeza e Juliana Paes e Fernanda Montenegro emocionaram em cena.

“Eu atirei no seu quase marido. Era o melhor para você. Vá embora. Eu quero você viva, eu quero você, minha neta, viva. Me abraça. Pode ser nosso último abraço”, disse Dulce, recebendo o carinho de Maria da Paz.

Dulce pistoleira

A guerra estava declarada e Dulce foi até a casa do inimigo tentar fazer um novo acordo de paz. Naquela altura, a irmã de Maria da Paz já havia morrido e suas sobrinhas tinham desaparecido por culpa dos pistoleiros inimigos.

A veterana argumenta que é a chance de acabar com aquele confronto, mas o diálogo termina de forma trágica. “Não se mata criança”, grita Dulce, sacando sua arma e atirando contra seus inimigos.

Ela também sai baleada do confronto, só que coloca fogo na casa e assiste o fogo tomando conta da casa dos Matheus.

Morte de Dulce

A idosa foi socorrida pelos Ramirez e houve tentativa de salvá-la. Mas Dulce perdeu muito sangue e não conseguiu resistir ao confronto. Só que ela deixou um recado aos seus parentes.

“Não faça esforço, dona Dulce”, pediu Evelina. “Meu maior esforço foi chegar aqui. Podia ter ficado morta lá naquela casa. Não! Aceitado o meu fim? Não! Pedi a Deus muita força, muita força pra chegar aqui e ver vocês. Ver vocês uma última vez”, declarou, contando que suas bisnetas estavam vivas, pedindo que sua família fossem encontradas. “Foram por elas que vivi até aqui. Achem elas. A minha missão aqui na Terra terminou. Morro feliz”, concluiu.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!