Ingênuo ou apaixonado?

A Dona do Pedaço: 5 momentos em que Téo pediu para ser trouxa e conseguiu

Louco por Josiane, fotógrafo é um fantoche nas mãos da vilã de A Dona do Pedaço

A Dona do Pedaço: 5 momentos em que Téo pediu para ser trouxa e conseguiu
Téo é completamente dominado pela Josiane - Reprodução

Publicado em 09/10/2019 às 06:49:00 ,
atualizado em 09/10/2019 às 10:27:22

Por: Taty Bruzzi

Quem acompanha A Dona do Pedaço já deve ter se questionado como o Téo (Rainer Cadete) pode ser tão inocente quando se trata da Josiane (Agatha Moreira). Louco pela moça desde que a viu pela primeira vez, o fotógrafo faz todas suas vontades. 

E mesmo depois de descobrir a traição da patricinha ele continuou a correr atrás da filha da Maria da Paz (Juliana Paes) com a desculpa de querer se vingar. Téo é tão bom que se sente culpado ao ver a moça na pior. 

Sensível, gente boa, apaixonado e extremamente cego. Se existem homens assim não podemos afirmar, mas já dá para destacar 5 momentos em que o fotógrafo pediu para ser trouxa e conseguiu.

Confira os momentos de A Dona do Pedaço:

Ele acreditou na virtude de Josiane

Assim que viu Josiane pela primeira vez o Téo se interessou pela patricinha. Mimada e arrogante, a filha da Maria da Paz nunca escondeu sua verdadeira face, mas o fotógrafo boa praça é do tipo de pessoa que acredita na boa índole dos outros o que o torna a isca perfeita para ser trouxa. 

Foram várias tentativas para sair com a pilantra e quando ela finalmente topou o máximo que ele conseguiu foi pegar na mão, passando por um beijinho no rosto, um selinho... Até que Jô assume o namoro às antigas. 

Nada de sexo porque ela era contida, não sentia desejos, era quase frígida. Assim, ele acreditou que aquela moça moderna, antenada com a moda e cheia de grana, que não se inibia em tirar fotos com roupas transadíssimas e decotadas para bombar na web, tinha bloqueios sexuais. 

Ele foi para cama com ela uma única vez e não estranhou 

Mesmo namorando Jô, Téo ficou meses na seca por acreditar que ela realmente sofria com problemas sexuais. Às vezes, o fotógrafo tentava um beijo mais caloroso e levava um safanão. 

Preocupado, ele chegou a sugerir que ela retomasse às sessões de terapia com a psicóloga, outra história criada pela jovem. Enquanto isso, Josiane mantinha um relacionamento quente com Régis (Reynaldo Gianecchini). 

Téo até achou estranha a amizade entre a namorada e o futuro padrasto, mas pensou ser fruto da sua imaginação e acabou deixando para lá. Curiosamente, no dia em que Maria da Paz e o playboy se casaram rolou a primeira e única noite de amor entre ele e a patricinha. 

Mais uma vez, o rapaz não desconfiou de nada. Do mau humor da Jô a raiva com a qual os dois se amaram, um tanto quanto estranho para quem se mostrou, até então, uma moça casta e envergonhada com seu corpo. 

Ele armou um barraco na casa da Josiane

Depois que Régis e Maria da Paz oficializaram o casamento, Josiane ainda manteve Téo como namorado fake para que ninguém desconfiasse que ela e o padrasto fossem amantes. No entanto, por respeito ao playboy, a patricinha passou a desprezar ainda mais o fotógrafo. 

Finalmente, o rapaz começou a dar indícios de que estava acordando para a vida. Primeiro, ele conversou com Rock (Caio Castro), que conhece Jô desde criança e foi o primeiro namoradinho da riquinha. 

O boxeador foi logo alertando o amigo para o fato de que Josiane nunca teve problemas com sexo, deixando o fotógrafo cabreiro. No dia da festa de casamento da Kim (Monica Iozzi) com Marcio (André Di Rizzo), que não aconteceu, Jô decidiu ir embora mais cedo, sozinha, alegando mal estar. 

Nesta mesma época, ela já havia dado umas desculpas para o namorado, dizia estar em um lugar e ele acabou a pegando na mentira, aumentando suspeitas de que pudesse estar sendo traído. 

Tomado pelo ciúme, Téo decide ir atrás da moça na mansão da Maria da Paz, faz um escândalo, invade a casa chamando-a pelo nome, um mico daqueles. Quando dá de cara com Josiane e percebe que ela não mentiu, abaixa a cabeça feito cordeirinho. 

Desesperado, o rapaz quase implora para a amada não terminar com ele e vai embora com o rabinho entre as pernas. No dia seguinte, ele ainda vai tirar satisfações com Rock e o acusa por ter feito papel de trouxa. 

Traído, tenta se vingar atacando Josiane

Além de trouxa, aqui Téo foi um perfeito machista babaca. Tudo acontece depois que Zé Hélio (Bruno Bevan) coloca um programa espião no celular da Jô e o Rock descobre que a filha da Maria da Paz tem um caso com o Régis. 

O boxeador tenta abrir os olhos da boleira, mas como ela se nega a acreditar no rapaz, ele se vê obrigado a contar tudo para Téo, que cai em desespero. Afinal, ele realmente ama a patricinha mimada. 

O fotógrafo está decidido a contar tudo para a mãe da Jô, mas passa mal antes de abrir a boca. Mesmo assim, Maria da Paz flagra o marido com a filha, dá um tiro no bon vivant, é presa, solta e expulsa pela filha da mansão com uma mão na frente e outra atrás. 

Quando finalmente se recupera do baque, Téo decide ir tirar satisfações com Jô por ter sido usado todo esse tempo, ouve umas verdades da moça, fica possesso com tanta sinceridade e tenta toma-la à força. Depois se arrepende, claro. Neste caso, fica difícil defendê-lo.  

Permaneceu ao lado de Jô apesar de tudo

Depois de ter sido usado, traído e humilhado por Jô, Téo decidiu se unir a Rock e Maria da Paz para dar uma lição na patricinha. Desde então, o fotógrafo fingiu estar ao lado dela ajudando-a nos investimentos financeiros. 

A ideia era fazer com que Josiane perdesse tudo na expectativa de a moça dar valor ao trabalho. Mesmo assim, por inúmeras vezes o rapaz demonstrou carinho e afeto pela vilã. E conforme ela caia, ele estava sempre ali lhe dando a mão. 

Desde então, ele já pagou suas contas e refeições, ficou ao seu lado quando ela sofreu um acidente e foi parar no hospital, partiu para cima da Fabiana (Nathalia Dill) e acusou a ex-noviça de estar extorquindo a filha do Amadeu (Marcos Palmeira). 

Téo voltou a namorar com Josiane e até já assumiu para Rock seus sentimentos pela pilantra. Alugou uma quitinete para a ex-blogueira, lhe conseguiu um emprego e só não a levou para morar com ele em seu flat, ainda, por que foi alertado pelos amigos a ter cautela. 

A última ilusão do fotógrafo foi acreditar que Jô esta se apaixonando por ele. Esperta, a picareta o levou para cama, deixando-o todo animado com uma possível redenção. A verdade e que o fotógrafo a ama demais e quando isso acontece fica difícil enxergar os defeitos do outro.     


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!