Vem problema

"Éramos Seis": Júlio estraga festa, se arrepende e entra em dívida para viagem em família

Marido de Lola colocará em risco a vida financeira da família

Júlio seguirá fazendo trapalhadas em "Éramos Seis". Foto: Divulgação

Publicado em 05/10/2019 às 19:00:49

Por: Redação NT

Mais uma vez a bebida acabará responsável por mais uma trapalhada de Júlio (Antônio Caloni) nos próximos capítulos de "Éramos Seis". É que ele ficará bêbado e vai acabar com a festa de Isabel (Maju Lima), mas arrependido se enfiará em dívidas para conseguir o perdão da família.

A situação começa quando a caçula passar a pedir para o pai fazer uma festa de seu aniversário e, sem conseguir dizer não à filha, o homem acabará concordando que Lola (Gloria Pires) organize uma festa simples e que não tenha muitos custos para comemorar o aniversário da menina.

Mesmo com toda a família feliz por conta da festa, o homem acabará decepcionando todo mundo novamente ao chegar bêbado e provocar uma confusão no meio da comemoração. Irado, Júlio acabará destruindo toda a decoração e fará a menina chorar.

Logo que o porre passar, o homem perceberá que fez algo muito errado e até tentará conseguir o perdão da família imediatamente, pois no meio da madrugada irá remontar a festa que foi destruída. Acontece que tanto a esposa quanto os filhos continuarão assustados com o que ele fez mais cedo.

Júlio então decide radicalizar para conseguir o perdão da família e convida todos para viajarem para a praia. Lola e os filhos ficarão rapidamente encantados com a ideia, mas a mulher lembrará que a família não tem dinheiro e que estão com a dívida no banco para pegar a prestação da casa. Júlio pedirá que a mulher não se preocupe.

É então que o homem se enfia em dívidas, ao pedir um empréstimo de agiotagem e não se preocupará com as consequências do que isso pode representar para a família num futuro próximo.

"Éramos Seis" de volta

Esta é a terceira apresentação de "Éramos Seis" em formato de novela diária na TV brasileira. A história baseada no livro de Maria José Dupré já foi feita pela TV Tupi, em 1977, e pelo SBT, em 1994. As novelas sempre utilizaram o mesmo roteiro de Silvio de Abreu de Rubens Ewald Filho. Mesmo com a Globo comprando os direitos do roteiro, dessa vez a trama foi atualizada por Ângela Chaves. 

Os primeiros capítulos de "Éramos Seis" tiveram momentos distintos. Ela estreou como uma das maiores audiências dos últimos anos na faixa, mas em três capítulos o público foi se esvaindo e chegou a bater recorde negativo perdendo um de cada cinco telespectadores.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!