Polêmica

Fã diz que "Os 13 Porquês" copia novela de autor de "Boogie Oogie" e ele compartilha

Roteirista volta a TV portuguesa depois de escrever trama no Brasil

Fã diz que
Série voltará no final de agosto - Foto: Divulgação/Netflix

Publicado em 06/08/2019 às 20:15:28

Por: Daniel César

Um fã português ficou revoltado com a renovação de "Os 13 Porquês" para a quarta temporada e reclamou nas redes sociais, afirmando que a série americana está copiando uma novela portuguesa escrita por Rui Vilhena, que no Brasil escreveu "Boogie Oogie". O novelista compartilhou a postagem em suas próprias redes.

A produção em questão é o enredo “Ninguém como Tu”, exibida em 2005 pela TVI, emissora de Portugal. A trama entrou na história da dramaturgia do país europeu como a telenovela que mais contribuiu para consolidar o clima de suspense do “Quem Matou?” na televisão portuguesa.

Rui Vilhena criou o “Quem Matou António?”. O personagem foi assassinado por Guida Martins (Sofia Aparício) e, como é tradicionalmente feito no Brasil, a revelação só aconteceu no último capítulo.

A história da série da Netflix também trará um “Quem Matou?”. O mistério vai girar em torno da morte de Bryce (Justin Prentice). A narração indica que qualquer um pode ter praticado o assassinato e um dos motivos seria a intenção de superar os traumas do passado.

Apesar do fã português acusar a produção da gigante de streaming de plágio, não é a primeira vez que o recurso é usado. No Brasil, por exemplo, a primeira vez foi usada pela autora Janete Clair em “Véu de Noiva” (1969), consolidando-se em “O Astro” (1977), com o famoso “Quem Matou Salomão Ayala?”.

Já em 1988, o recurso se consolidou na televisão brasileira com o “Quem Matou Odete Roitman?”, na novela “Vale Tudo”, escrita por Gilberto Braga, Leonor Bassères e Aguinaldo Silva.

Rui é conhecedor da dramaturgia brasileira, porque morou no Brasil na década de 1990 e colaborou em “Fina Estampa” (2011). Em 2014, teve a oportunidade de colocar no ar a trama “Boogie Oogie”. Com uma história que ocorria na década de 1970, Vilhena não viu seu enredo decolar na audiência e fechou com a menor média no Ibope, consolidando-se com 17.45 pontos.

Sem espaço na Globo, Rui Vilhena voltou para Portugal e agora é responsável pela novela “Vida Louca”. A produção estreia em setembro e contará a história terá como mote a frase: até onde estaria disposto a ir para realizar um sonho?

O enredo será uma comédia romântica aliada ao suspense. Os protagonistas são os atores Dalila Carmo, Pêpê Rapazote, Maria João Bastos e Margarida Vila-Nova.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!