Reportar erro
Brasília Amarela

"Verão 90" vai homenagear os Mamonas Assassinas em última cena

Banda morreu em acidente aéreo em 1995

Banda Mamonas Assassinas posa para foto
Mamonas Assassinas terá homenagem na novela "Verão 90"
Naian Lucas

Publicado em 14/06/2019 às 10:51:06

A novela "Verão 90" vai homenagear os Mamonas Assassinas, cujos integrantes morreram numa tragédia aérea em março de 1996. As autoras Izabel de Oliveira e Paula Amaral decidiram prestar reverência ao fenômeno da música na primeira metade dos anos 90 na última cena do folhetim, que termina no mês que vem.

A sequência em questão será com os protagonistas Manu (Isabelle Drummond) e João (Rafael Vitti). O casal finalmente conseguirá ficar juntos e, após o casamento, partirá para lua de mel numa brasília amarela ao som de uma das músicas icônicas dos Mamonas, intitulada "Pelados em Santos".

Com dezenas de referências a década de 90, a atual novela das sete está prevista para terminar no dia 26 de julho e, segundo consta no roteiro do último capítulo, uma passagem de tempo levará os personagens para o ano de 1997, ou seja, dois anos após a morte da banda.

A referência aos Mamonas Assassinas é apenas uma de muitas, inclusive da música, dentro da novela. Um ator interpretando Tim Maia e uma atriz fazendo Madonna participaram de muitos capítulos e chegaram a ganhar plots dentro do núcleo principal.

Restando ainda mais de um mês para terminar, "Verão 90" segue em rota de crescimento e já superou por mais de um ponto sua antecessora "O Tempo Não Para" na Grande São Paulo. Com média acumulada de 25,32 pontos, a novela corre contra o tempo para superar tramas como "Deus Salve o Rei" (25,57) e "Rock Story" (25,90), mas não deverá ultrapassar obras como "Pega Pega" (28,78) e "Haja Coração" (27,47).

Mamonas Assassinas em todas as telas

A homenagem da novela a banda Mamonas Assassinas não é a única prevista para os próximos tempos. É que a Record planeja, há muitos anos, produzir uma minissérie de cinco episódios que conta a trajetória do grupo. Com texto de Carlos Lombardi, a produtora previa colocar a obra no ar ainda em 2019, mas a minissérie acabou ameaçada por conta da crise da Ancine.

Além da produção na TV, também está previsto o lançamento de um filme, da mesma produtora e também com assinatura de Carlos Lombardi.

O longa seria lançado depois da série e com cenas exclusivas para a telona.

Mais Notícias