Subiu

Reprise de “Teresa” supera média geral de “Que Pobres Tão Ricos”

Mas novela ficou abaixo da média da exibição original


A personagem protagonista de "Teresa" deitada no chão, com um ursinho de pelúcia como travesseiro
"Teresa" teve final alternativo no SBT. Foto: Divulgação/SBT

A reprise da novela “Teresa” chegou ao fim nesta terça-feira (23) no SBT e superou sua antecessora, a exibição inédita da trama também mexicana “Que Pobres Tão Ricos”.

Segundo levantamento feito pelo NaTelinha, a reapresentação fechou com média geral de audiência de 5,90 pontos. Os dados se referem ao Ibope da Grande São Paulo, que é a principal praça do mercado publicitário.

A diferença não foi tão grande, uma vez que “Que Pobres Tão Ricos” marcou 5,80 em sua trajetória. Mesmo assim, pode-se dizer que “Teresa” conseguiu recuperar parte do público que a outra trama havia perdido.

É que, antes de “Que Pobres Tão Ricos”, o SBT exibiu a reprise de “Coração Indomável” no mesmo horário e obteve resultado muito superior. A novela latina havia conquistado média de 7,78 pontos, quase dois pontos acima de sua sucessora e também com resultado melhor que “Teresa”.

A primeira exibição de “Teresa” no SBT também conquistou audiência superior a da reprise. Exibida originalmente em 2015, à época, o folhetim terminou com média geral de 7,39 pontos, bem acima da atual.

Mesmo o último capítulo que, exibido nesta terç, mostrou uma versão diferente à original, não conquistou os mesmos resultados. Na primeira versão, a média do último capítulo foi de 11 pontos; já ontem, o índice ficou um pouco abaixo - mas também bom: 10.

As novelas da tarde do SBT, quase sempre mexicanas, conquistam audiência que colocam a emissora de Silvio Santos no terceiro lugar e dificilmente conseguem competir com o “Cidade Alerta”, da Record, que, em determinado momento, conseguiu brigar pela liderança quando a Globo exibia a antiga temporada de “Malhação” e a novela “Espelho da Vida”.

A substituta de “Teresa” já estreou. É que o SBT costuma deixar duas novelas simultaneamente por cerca de uma semana para o público se acostumar. A Globo passou a adotar tática semelhante no “Vale a Pena Ver de Novo”.

Para o lugar de “Teresa”, a emissora exibe a inédita "A Que Não Podia Amar", também da Televisa e protagonizada por Ana Brenda Contreras.

Mais Notícias