Estreia

"Órfãos da Terra" contará história de amor impossível entre refugiados

Novela é o retorno de Duca Rachid e Thelma Guedes ao horário das 18h

Julia Dalavia e Renato Góes
Julia Dalavia e Renato Góes são os protagonistas de "Órfãos da Terra" - Foto: Reprodução/Gshow
Foto do Colunista / Jornalista

Naian Lucas
i

Naian Lucas

Naian Lucas escreve há 10 anos e já fez de tudo um pouco nas redações. Apaixonado por televisão, é roteirista e trabalha na área desde 2014. Atualmente, é repórter do NaTelinha e aficcionado por tudo que envolve dramaturgia. Siga-me no Twitter: @naiaan

Publicado em 02/04/2019 às 05:40:06 Atualizado em 02/04/2019 às 08:47:57

“O seu verdadeiro lar é onde mora o seu coração. Somos todos filhos da mesma terra. .É com essa frase que “Órfãos da Terra” tem se apresentado aos telespectadores. De Duca Rachid e Thelma Guedes, a nova novela das seis da Globo vai ter como pano de fundo a história de personagens refugiados de guerras, perseguidos por questões políticas ou religiosas, deslocados por razões financeiras e até mesmo por acidentes naturais.

Porém, engana-se quem acredita que a trama vai ter como intenção tratar de temas políticos. Uma das autoras, Duca Rachid, garantiu com exclusividade ao NaTelinha que o enredo será um folhetim clássico. “Não é uma novela com uma intenção de ser panfletária ou política. É um folhetim clássico e que fala de amor, empatia, superação”, afirmou.

Tudo começa em 2015. Laila (Julia Dalavia), Elias (Marco Ricca) e Missade (Ana Cecília Costa) vivem na Síria, mas uma guerra civil no país os obriga a fugir para um campo de refugiados no Líbano. É no meio da tristeza e sofrimento que a mocinha conhece e se apaixona por Jamil (Renato Góes).

Só que a vida deles se complica ainda mais quando Aziz (Herson Capri) fica apaixonado por Laila e resolve oferecer dinheiro a ela para poderem se casar. A protagonista não aceita, mas volta atrás em sacrifício para salvar o irmão que precisa de tratamento médico. Faltando poucos minutos para o casamento, a jovem descobre que seu irmão não resistiu aos ferimentos e morreu. Sendo assim, ela decide fugir para o Brasil num navio com Jamil.

Mas há outro problema: Jamil é segurança de Aziz. Ele trai o patrão para viver seu grande amor, mas obviamente o sheik descobre a traição e decide partir para o Brasil. Não apenas pelo orgulho ferido, mas também para proteger sua filha, Dalila (Alice Wegmann). A vilã é apaixonada pelo funcionário do pai e não aceitará ser trocada por Laila.

O ano é 2019. Dalila e Aziz chegam ao Brasil. Jamil e Laila, que vivem felizes, vão enfrentar situações conflituosas a partir deste momento. “A gente foi pensando em como contar essa história do ponto de vista do folhetim, da influência cultural e da história de superação dessas pessoas, que é muito bonita”, explicou Duca.

Refugiados

O tema dos refugiados se tornou global. Com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmando que irá construir um muro na fronteira com o México, diversos políticos ao redor do mundo, principalmente na Europa, têm usado discursos para combater as imigrações.

Porém, apesar do crescimento da extrema-direita em todo planeta, os brasileiros ainda consideram a imigração uma ação importante para o desenvolvimento do país. De acordo com a pesquisa “Respeito às Diferenças”, do Studio Ideias para a Globosat, feito no ano passado, 94 milhões de pessoas acreditam que é importante respeitar as tradições e costumes.

O plano comercial de “Órfãos da Terra” usa como pontos chaves para divulgar o enredo a importância da diversidade. Pessoas de diferentes origens culturais e sociais apontam diferentes visões e soluções, favorecendo a criatividade e a inovação, segundo o documento.

O brasileiro também não faz questão de esconder o seu desejo de viajar e conhecer novas culturas. Mais de 80 milhões de pessoas que nasceram no Brasil afirmaram que gostariam de ir para países exóticos e se aproximar de outros povos. Cerca de 50 milhões adoram comida estrangeira, segundo projeto de marketing da nova novela das seis.

Experiências

As autoras Duca Rachid e Thelma Guedes utilizaram suas experiências pessoais para criar a trama. Duca usou as figuras do avô libanês e da avó portuguesa para escrever alguns personagens. A família de Thelma Guedes é do Nordeste, ou seja, elas entendem que a soma de diversas culturas é orgânica.

Mas as roteiristas também pesquisaram questões sobre refúgio, conheceram refugiados, assistiram filmes, leram vários livros e contaram com consultoria técnica para poder elaborar a sinopse e os roteiros iniciais. “Órfãos da Terra” será uma história de amor com o tema proposto como pano de fundo.

As autoras querem passar a mensagem de que não existem fronteiras geográficas que limitem a empatia ao próximo. Com a frase “somos cidadãos desse planeta”, a equipe trabalha com o pensamento de empatia e acolhimento.

“Órfãos da Terra” estreia nesta terça-feira (02), logo após “Malhação – Vidas Brasileiras”. É o retorno de Duca Rachid e Thelma Guedes ao horário das seis depois de terem escrito “Joia Rara”, vencedora do Emmy Internacional em 2014.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!