Saída de Juninho Pernambucano atrapalha trabalho de divulgação da Globo para a Copa

Comentarista saiu após criticar os chamados setoristas

Divulgação

Publicado em 16/05/2018 às 18:30:47

Por: Fabrício Falcheti

A saída de Juninho Pernambucano do time de comentaristas do Grupo Globo, após uma crítica que pegou muito mal internamente, gerou outra dor de cabeça à emissora.

Isso porque grande parte das chamadas convidando o telespectador para assistir à Copa do Mundo já haviam sido gravadas, várias delas com a presença de Juninho.

Segundo informações da coluna Radar, da revista Veja, a Globo precisou então descartar todas as imagens em que ele aparecia, inclusive algumas que contava com toda a equipe de narradores e comentaristas escalados para as transmissões.

Roger Flores foi chamado para substituir Juninho Pernambucano, mas com o tempo curto, não poderá gravar um novo material. Assim, devem tentar inserir Roger na edição.

O agora ex-comentarista se envolveu numa polêmica e tanta após criticar os jornalistas que cobrem o dia-a-dia dos clubes de futebol, os chamados setoristas. "Os setoristas são muito piores hoje em dia", disse. "Eu sei que eles ganham mal, mas cada um tem o caráter que tem. Se eu sou setorista, o que eu ia fazer? Ia tentar fazer um ótimo trabalho para tentar ir para outra etapa, subir. (...) Entre quem cobre o futebol, a prostituição está muito grande. Isso é muito perigoso", bradou no programa "Seleção SporTV".

VEJA TAMBÉM

"Já vi isso também de olhar para você, um jogador que não tem formação, mas é profissional e ganha 100 mil reais. Tem um cara que está ali, estudou quatro anos, sofreu, fez de tudo para se tornar um jornalista, é um setorista e ganha mal. Talvez isso incomode e ele leve isso em consideração", completou.

No bloco seguinte, o apresentador André Rizek precisou ler um comunicado enviado pela direção de jornalismo da Globo: "Hoje mais cedo, aqui no 'Seleção', Juninho criticou severamente os repórteres que cobrem o dia a dia dos clubes, que são chamados de setoristas, no jargão jornalístico. O SporTV não concorda com a opinião nem com a generalização. Há bons e maus profissionais em todas as categorias. Temos mais de trinta setoristas trabalhando hoje no Grupo Globo e eles recebem aqui nossa confiança e solidariedade. Muitas vezes são eles que mais sofrem com o desequilíbrio e a eventual violência dos torcedores. Isso não quer dizer que o Juninho não tenha o direito à sua opinião, o que é e continuará sendo livre. Mas é importante fazer esse registro".

Com o clima insustentável na redação, Juninho Pernambucano tomou a frente e pediu demissão, deixando a Globo e o SporTV.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade