Por onde anda o menininho judeu do filme "A Vida é Bela"?

Após 20 anos, Giorgio ainda é ator e continua estudando

Fotos: Divulgação

Publicado em 18/09/2017 às 06:40:46 , atualizado em 18/09/2017 às 09:41:32

Por: Thiago Forato

Giorgio Cantarini emocionou todo o mundo no filme "A Vida é Bela", de 1997, dirigido e estrelada por Roberto Benigni.

Esse foi o primeiro trabalho do ator italiano, que no longa, seu pai dizia que eles foram para um jogo, quando na verdade estavam em um campo de concentração nazista.

Em entrevista ao jornal italiano Corriere Della Sera, Giorgio diz que não se lembra muito das gravações, já que era muito pequeno. Na época, com 5 anos.

O sucesso foi grande, e o longa faturou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1999, acabando com as esperanças de "Central do Brasil", protagonizado por Fernanda Montenegro.

Posteriormente, o ator participou de outro vencedor do Oscar: "Gladiador", no ano 2000.

Em 2005, participou da "Dança dos Famosos" da Itália, que vai ao ar pelo canal RAI, numa edição só com jovens chamada "Ballando con Le Stelle".

Fez alguns filmes na Itália, cujo último foi há três anos em "Protagonisti per Semper".

Giorgio, no entanto, tem planos: "Estou prestes a ir para Nova Iorque para continuar trabalhando e estudando. Agradeço ao filme 'A Vida é Bela' onde aprendi a trabalhar com compromisso, paixão e leveza", destaca o ator.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade