Renault tenta quebrar preconceitos em campanha, chama nordestinos de preguiçosos e é detonada

Vídeos foram retirados do ar após ataques

Reprodução

Publicado em 29/08/2017 às 11:49:44 , atualizado em 30/08/2017 às 10:37:59

Por: Fabrício Falcheti

A Renault Brasil está sendo atacada desde a última semana nas redes sociais, por conta de sua nova campanha publicitária, com o mote "Viajar Quebra Preconceitos".

Os vídeos criados para a internet mostram situações estereotipadas de várias regiões do país, como “nordestinos são preguiçosos”, “baianos são lentos” e “cariocas são malandros”.

Entretanto, o que era para quebrar preconceito, está gerando acusações de xenofobia por parte da montadora, principalmente vindos do Nordeste.

Em uma das peças, um turista surge no meio da rua simulando uma transmissão "ao vivo" pelo seu perfil. "E aí galera, já estou aqui de férias, sossegado, lugar lindo. Mas eu vim às 10 da manhã tomar um café e tá tudo fechado. Comércio tá todo fechado... A gente sabe que nordestino não gosta de trabalhar né...", diz, até que se depara com um comentário e cai em si: "É domingo? Ah, é domingo, pode crê". O vídeo é encerrado com o slogan e imagens de carros na estrada.

Muita gente se revoltou com o teor da campanha, principalmente os nordestinos, que chamaram a Renault de preconceituosa e xenófoba. "Respeitem o Nordeste brasileiro, aqui é terra de gente trabalhadora e honesta! Ridículo esse comercial", disse um internauta. "O preconceito não foi desconstruído. A justificativa foi o domingo e não o povo que trabalha, sim, e muito. Propaganda medíocre", disse outro. "Não deu certo", resumiu mais um.

A empresa tentou se justificar: "A Campanha Renografias quer quebrar esses preconceitos e mostrar que não podemos julgar pessoas sem conhecer”. Mas não colou.

As críticas foram tantas, que a montadora de veículos resolveu retirar a campanha do ar.

Veja e tire suas conclusões:

O NaTelinha procurou a assessoria de imprensa da Renault, que emitiu a seguinte nota: "A campanha Renografias III, desenvolvida para as mídias sociais da Renault, teve como objetivo quebrar todo tipo de preconceito, questionando rótulos injustamente colocados em habitantes de determinados Estados ou regiões do país. Em respeito às pessoas que se sentiram ofendidas com o material, por terem entendido a campanha em sentido contrário ao originalmente proposto, a Renault retirou do ar os vídeos ainda no domingo (27), menos de 24 horas após eles terem sido veiculados. A empresa reitera seu total respeito e admiração não apenas pelos cidadãos do Nordeste, mas por todos os brasileiros e pelo Brasil, país onde orgulhosamente produz desde 1998".



publicidade

TAGS:

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade