Pabllo Vittar canta, fala sobre dificuldades e explica nome artístico no "Encontro"

Divulgação

Publicado em 09/08/2017 às 16:10:26 , atualizado em 09/08/2017 às 17:50:40

Por: Fabrício Falcheti

Em seu "Encontro" desta quarta-feira (9), Fátima Bernardes recebeu a drag queen Pabllo Vittar, em alta com o hit "Sua Cara", em parceria com Anitta e Major Lazer.

No programa, ela cantou sua mais recente música e também "K.O.", "Corpo Sensual" e "Decote", esta com Preta Gil.

Pabblo Vittar ainda conversou a apresentadora e os convidados e falou sobre os desafios que enfrentou em sua vida. "Desde pequenininho, sempre tive noção de que era diferente e que não ia seguir os caminhos que um homem que nasceu com genitália masculina tinha que seguir: casar, ter filhos (...). Sabia que ia fazer alguma coisa no mundo para deixar minha marca", disse.

Ela também estimulou as pessoas que passam pelo mesmo: "Para a gente, LGBT, nenhum momento da vida é fácil. Temos que provar que podemos, que somos capazes. No começo, levei muitos nãos da vida. Sempre digo que nunca desistam dos seus sonhos porque saí de uma cidade pequena, do interior do Maranhão, batalhei pra caramba. Nunca tive medo de colocar a mão na massa, que dirá de botar a cara a tapa".

E explicou porque mantém o nome masculino mesmo vestida como drag queen: "Nunca senti a necessidade de optar por um nome feminino porque, quando decidi fazer drag, queria passar verdade através da minha arte, da minha música, do que acho que sou. Pabllo me representa de uma forma que você não tem noção. Acho que, se eu tivesse um nome feminino, não ia passar tanta verdade. Não gosto de me trancar em uma caixa. Gosto de ser afeminada, de ser isso aqui, de sair na rua às vezes de boné. Gosto de ser o que quiser ser".

O programa mostrou imagens de Pabblo Vittar e numa delas, apareceu sem maquiagem e peruca. "Eu amo esse menino, o Pabllo sem maquiagem", completou.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade