Reportar erro
Notícias

ESPN celebra audiência do Super Bowl 51 e liderança geral na TV paga

patriots-superbowl51.jpg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 08/02/2017 às 12:51:55

Uma das exibidoras do Super Bowl 51 na TV brasileira - a outra foi o Esporte Interativo em sinal UHF -, a ESPN Brasil está comemorando os números de audiência de sua transmissão no último domingo (5), que bateu o recorde de Ibope da final da liga de futebol americano, a NFL, no Brasil.

Segundo dados divulgados pela assessoria de imprensa da emissora esportiva da Disney, a ESPN foi líder entre todos os canais da TV paga, vencendo os fortes infantis Cartoon Network e Discovery Kids, com um aumento de 35% no comparativo com a edição de 2016.

A transmissão completa do Super Bowl impactou mais de 754 mil pessoas com TV paga, incluindo aí o show da cantora Lady Gaga e a prorrogação histórica, que sacramentou a virada do New England Patriots sobre o Atlanta Falcons.

Além disso, outros dados de audiência chamam a atenção. Os telespectadores do canal acompanharam a partida por aproximadamente 1h32 em média, número que demonstra a crescente afinidade do público brasileiro com a NFL - quase 30 minutos acima em relação à 2016.

Entre o público masculino de 25 a 34 anos, um dos principais públicos alvos da ESPN, a audiência registrada foi 54% superior em comparação ao último ano. Assim como nas edições anteriores, a audiência feminina também foi destaque: quatro em cada dez pessoas que acompanharam o evento foram mulheres.


Equipe da ESPN nos bastidores da transmissão - Reprodução

Por fim, a participação no Twitter também é celebrada. Foram mais de 179 mil menções da hashtag #SuperBowlNaESPN que exibia um emoji exclusivo criado para o evento. A alta repercussão da hashtag superou a meta estabelecida como desafio aos fãs do esporte e liberou um vídeo exclusivo e irreverente com Everaldo Marques, Paulo Antunes e Paulo Mancha.

Já a Super Live, transmissão ao vivo via Facebook criado especialmente para o Super Bowl, que exibiu os bastidores da narração de Everaldo Marques e Paulo Antunes com dados e estatísticas, conseguiu mais de 195 mil usuários on line simultaneamente.  

Quem comemora os números é o diretor geral da ESPN no Brasil, German Hartenstein: "É gratificante ver o sucesso da NFL na ESPN. Fomos o primeiro canal a investir e acreditar na modalidade, há mais de 20 anos. Sempre ajudamos os fãs de esporte a entender e gostar do futebol americano e os resultados estão diretamente relacionados com esse trabalho. Por esse motivo temos crescido em todas as plataformas ano após ano".

Nos Estados Unidos, a Fox, exibidora exclusiva do Super Bowl 51, alcançou 113,7 milhões de telespectadores, sendo a segunda maior audiência da história da TV americana em todos os tempos, perdendo apenas para a edição do ano passado, que teve 114,3 milhões.