Economia de canais marca cobertura da posse de Donald Trump nos EUA

 Economia de canais marca cobertura da posse de Donald Trump nos EUA
Reprodução

Sem autor

Publicado em 20/01/2017 às 12:15:59

Eleito inesperadamente presidente dos Estados Unidos no último mês de novembro, a posse de Donald Trump não vai ter uma grandiosa cobertura dos canais de TV no Brasil.

Apenas a RecordTV enviou uma âncora titular de seus telejornais para fazer diretamente a cobertura em Washington, nos Estados Unidos. No caso, Adriana Araújo, do "Jornal da Record", já está na cidade desde quinta-feira (19) fazendo os trabalhos.

Na Globo, diferente de 2008 e 2012, quando enviou William Bonner e William Waack para as posses de Barack Obama, o trabalho agora ficará restrito aos correspondentes internacionais.

Na emissora aberta, Sandra Coutinho, Felipe Santana e Luis Fernando Silva Pinto trarão todos os detalhes da posse do magnata empresário para os jornais da Globo. Em Nova York, trazendo a repercussão no mundo da posse estará Fábio Turci, Alan Severiano e Jorge Pontual.

Na Globo News, Carolina Cimenti comanda os trabalhos dos EUA, entrando ao vivo em toda a programação. O curioso, no entanto, é que enquanto fazia a expectativa para a posse nesta quinta, Cimenti entrevistou um homem fantasiado de Donald Trump, achando que era um americano. Mas, na verdade, era o repórter Vesgo, do "Pânico na Band", disfarçado.

Nas outras emissoras, também nenhum grande investimento. O SBT já enviou sua correspondente nos EUA, Yula Rocha, para a cidade do poder americano, bem como a Band. Por lá, quem faz as reportagens é Sérgio Gabriel.

Por fim, a RedeTV! também ficará apenas com reportagens de rostos conhecidos, não enviando ninguém do Brasil. Fábio Borges, nome fixo da emissora nos EUA, trará os detalhes.

Muito desta economia se deve a crise financeira. Com o dólar chegando acima dos R$ 3,20, uma cobertura deste porte fica muito mais cara do que o normal. Além disso, o noticiário do Brasil está bastante quente e requer que a maioria dos âncoras fiquem por aqui.