MTV planeja prêmio para celebrar "cultura pop" e ter mais conteúdo nacional

NaTelinha conversa com o "todo poderoso" da nova MTV Brasil, Tiago Worcman

"Conseguimos levantar a marca", diz Tiago Worcman

Publicado em 15/12/2016 às 11:14:02

Por: Sem autor

Em setembro de 2013, muito se questionou nas redes sociais como seria o futuro da MTV como conhecíamos. De fato, aquela MTV Brasil morreu. Mas a que renasceu nas mãos da Viacom certamente está comemorando o que pode-se chamar de seu auge em 2016.

Relançada há três anos, a emissora emplacou vários programas, a maioria deles versões nacionais de realities e programas gringos, como "Catfish Brasil", e novas temporadas de sucessos como "Are You The One? Brasil", "Ridículos MTV" e "Adotada" - este último indicado até ao Emmy como melhor programa não roteirizado.

Outro grande sucesso, lançado este ano, foi o "De Férias Com o Ex Brasil", que tem seu último episódio exibido na noite desta quinta-feira (15), prometendo mais uma vez não só repercutir nas redes sociais, mas também nos números de audiência.

Atualmente, a MTV Brasil é a 40ª colocada no ranking geral da TV por assinatura, mas quando se olha para o seu público-alvo, nota-se muito de sua relevância: foi a 14ª entre espectadores de 18 a 34 anos. O Ibope triplicou em três anos, e mesmo investindo em outros formatos, a música ainda rende muito.


Primeira temporada do "De Férias com o Ex Brasil" chega ao fim nesta quinta

É o caso do "MTV Hits", comandado sem VJ na TV, mas por um "VJ virtual", que interage o tempo todo no Twitter. A tag do programa, diariamente, sempre fica entre os cinco assuntos mais comentados do Brasil, isso quando não vai parar nos Trending mundiais.

O NaTelinha conversou, por telefone, com Tiago Worcman, vice-presidente sênior de programação e conteúdo da MTV para Brasil e América Latina. Ele estava em Miami (EUA) e falou muito da maturidade que o canal voltou a ter. "Pegamos a MTV com uma imagem muito desgastada, como se estivesse em fim de feira. Muita gente mesmo disse que nem a veria mais. Conseguimos levantar a marca, e trazendo um canal totalmente diferente, com uma pegada nova. Escolhemos não ter VJ, mas temos por exemplo o 'VJ Virtual' do 'MTV Hits', que é um grande sucesso", comentou o executivo.

Sobre o modo reality de relacionamento da emissora, Tiago disse que os programas fazem sucesso por falarem com o jovem de diferentes maneiras, mesmo que todos foquem em relacionamentos: "Acho que o grande achado desses realities é falarem com o seu público de formas diferentes, fazendo ele se identificar. No 'Deu Match' é aquela coisa bem Tinder, instantânea; no 'Super Shore' é viver a vida como se não houvesse amanhã; no 'Are You The One' é acreditar na alma gêmea... Mas todos têm diferenciais. Não fica repetitivo, igual, é tudo sempre com a sua cara".


Maria Eugênia comanda o "Adotada" na MTV

Sobre a indicação do "Adotada", Tiago disse que "foi quase", mas só de estar presente na lista já valeu: "Foi uma honra, ainda mais se tratando de um formato totalmente brasileiro. A cada dia mais, a Maria Eugênia entende melhor a forma do reality, como ele deve ser feito, como ele pode atingir o público. É um produto do qual me orgulho muito".

Ao falar de uma possível premiação, nos moldes do antigo "VMB", o executivo conta que está nos planos fazer algo que celebre totalmente a cultura pop, da internet à televisão: "Nós pensamos sim em uma premiação, talvez em 2017, estamos estudando. Mas não queremos algo 'VMB', totalmente só focado em música. Queremos algo que celebre por completo toda a cultura pop, passando por snapchatters, influenciadores no Instagram, no YouTube, e em outras mídias, mas sem esquecer da música, claro. Queremos algo mais abrangente em todos os termos".

Por fim, Tiago Worcman comenta os planos da MTV para o próximo ano e diz que programas ao vivo não estão previstos: "Acho que um programa ao vivo não se encaixa no perfil desta MTV, é algo muito TV aberta. No próximo ano teremos o 'De Férias com o Ex Brasil 2', mais uma edição do 'Are You The One Brasil', outra temporada do 'Adotada' e do 'Catfish', que achamos que são programas que irão crescer bastante. Continuaremos produzindo muito conteúdo para o Brasil. Posso estar enganado, mas a MTV é o canal gringo que mais produz conteúdo nacional na TV paga. Nos orgulhamos disso e queremos manter".



TAGS:

COMENTÁRIOS