Reportar erro
Notícias

Sérgio Reis sobre ditadura militar: "Teve mais coisa boa do que ruim"

Cantor participa do programa "Sensacional", na RedeTV!

sergioreis-sensacional-redetv-23102016 (2).jpg
Fotos: Divulgação
Redação NT

Publicado em 20/10/2016 às 17:42:36

Um dos nomes mais importantes da música sertaneja do Brasil, o cantor e também deputado federal pelo PRB, Sérgio Reis deu uma polêmica declaração sobre a ditadura militar brasileira.

Em entrevista para o "Sensacional", programa de Daniela Albuquerque na RedeTV!, que vai ao ar no próximo domingo (23), o músico acabou defendendo, de certa forma, o período de ditadura militar (1964-1985).

Quando questionado sobre o fim da ditadura, ele disse que havia partes boas e ruins, e explicou: "A parte boa foi que não tinha bandido nas ruas. Podia andar a vontade que se alguém roubasse, o policiamento era extensivo. Infelizmente, por outro lado, ultrapassaram os limites. Muita gente morreu, outras pessoas foram embora. Moralizaram o país, só que de uma maneira rígida".

Ele completou dizendo que, se fizerem um histórico na maioria dos feitos, haverá mais fatos positivos do que negativos na história dos militares no poder: "Se fizer um retrospecto com o que os militares fizeram para o Brasil, tem mais coisa boa do que ruim".

Sérgio também se emocionou ao falar de Ayrton Senna, de quem era amigo próximo. Por fim, ele canta seus sucessos no palco da atração de Daniella Albuquerque, e tenta ensinar a apresentadora a tocar berrante.

A entrevista e participação completa de Sérgio Reis no "Sensacional" vai ao ar domingo, a partir das 16h30, na RedeTV!.