Monica Iozzi é condenada a pagar indenização a ministro do STF

Divulgação

Publicado em 02/10/2016 às 20:18:16

Por: Sem autor

Apresentadora e atriz da Globo, Monica Iozzi foi condenada a pagar uma indenização por injúria e difamação para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

Tudo aconteceu por conta de uma publicação no Instagram, feito no início deste ano. Na foto postada, Iozzi criticou o fato de o ministro ter concedido habeas corpus ao médico Roger Abdelmassih, acusado de abusar sexualmente das pacientes.

Na fala, ela disse que não sabia o que esperar do ministro depois desta decisão polêmica: "Se um ministro do STF faz isso... nem sei o que esperar".

O juiz da Vara Criminal de Brasília, onde o caso foi registrado, alegou que Monica Iozzi tem o direito de opinar, mas não poderia ter "violado a dignidade, a honra e a imagem" do ministro, o que segundo ele aconteceu. O valor é de R$ 30 mil mais custas do processo e honorários, mas a decisão pode mudar, porque cabe recurso.

A ex-apresentadora do "Vídeo Show" é conhecida na internet por mostrar seu posicionamento em relação aos problemas políticos no Brasil, oriundo ainda da época em que ela era repórter do "CQC", na Band, onde ficou dois anos entrevistando políticos em Brasília - sendo até agredida por um deles.

Ela já criticou a postura da Globo em seus jornais, denunciando a "tendenciosidade" das matérias jornalísticas, e se mostrando indignada com a reação da população.

A atriz está escalada para a série "Vade Retro", prevista para ir ao ar em 2017, juntamente com o ator Tony Ramos. As gravações já foram iniciadas.



COMENTÁRIOS