Roberto Gómez Bolaños, o Chaves, ganhará museu no México

Divulgação

Publicado em 01/08/2016 às 09:50:37

Por: Eduardo Rangel

O filho de Roberto Gómez Bolaños, criador e intérprete de "Chaves" e "Chapolin", confirmou que será criado um museu em homenagem a seu pai, até o início de 2018.

“Temos muitas coisas do meu pai. As roupas de ‘Chaves’, ‘Chapolin Colorado’, ‘El Chipote’, entre muitas outras coisas”, afirmou Roberto Gómez Fernandez.

O museu que ainda não ganhou um nome, está esperando autorização e liberação de um espaço na região central da Cidade do México para começar a ser montado.

Roberto Gómez Bolaños faleceu no dia 28 de novembro de 2014, aos 85 anos.

Começou sua carreira como escritor de rádio e TV durante a década de 50 e também fez vários roteiros de cinema. Começou a trabalhar como ator em 1960, no filme "Dos Criados Malcriados".

Os fenômenos "Chaves" e "Chapolin" surgiram dentro do programa "Los Supergenios de la Mesa Cuadrada", criado em 1968. Chespirito atuava ao lado de Ramón Valdés, Rubén Aguirre e María Antonieta de las Nieves, que mais tarde se tornariam mundialmente conhecidos como Seu Madruga, Professor Girafales e Chiquinha.

A história do herói atrapalhado surgiu em 1970. E no ano seguinte, foi criado o "Chaves". As duas esquetes funcionaram muito bem dentro do programa e acabaram se tornando séries independentes em 1973, com 30 minutos de duração.

Ambas permaneceram inéditos até 1992 na Televisa e é reprisada até hoje em vários países, entre eles o Brasil, pelo SBT.



TAGS:

COMENTÁRIOS