"Anjo Mau" será a próxima reprise do "Vale a Pena Ver de Novo"

Fotos: Divulgação

Publicado em 22/02/2016 às 17:07:25

Por: Sem autor

Uma re-reprise será a próxima atração do "Vale a Pena Ver de Novo": trata-se da novela "Anjo Mau", exibida originalmente entre setembro de 1997 e março de 1998, com 173 capítulos.

Procurada pelo NaTelinha, a Central Globo de Comunicação confirmou a informação, adicionando que a volta está programada para o final de março, substituindo "Caminho das Índias".

"Anjo Mau" tem autoria de Maria Adelaide Amaral, baseada na clássica novela de 1976, de Cassiano Gabus Mendes. A novela foi protagonizada por Glória Pires, com Kadu Moliterno, Lavínia Vlasak, Maria Padilha, Daniel Dantas, Gabriel Braga Nunes, José Lewgoy, Mauro Mendonça, Beatriz Segall, Leonardo Brício e Alessandra Negrini nos papéis principais. Denise Saraceni assinou a direção.

A trama conta a história de Nice (Glória Pires), cujo lado obscuro só é conhecido pelo telespectador. Filha adotiva de Augusto (Cláudio Corrêa e Castro) e Alzira (Regina Dourado), ela busca ascensão social a qualquer custo. A mãe, uma mulher amargurada, é a única capaz de perceber a perversidade da filha, mantendo-se sempre atenta a seus passos.

Inconformada com sua vida, que considera medíocre e sem perspectivas, Nice se enche de esperança quando surge uma oportunidade de trabalho na mansão dos Medeiros, onde seu pai é motorista há anos. Ela aceita a vaga de babá do filho de Stela (Maria Padilha) e logo percebe em Rodrigo (Kadu Moliterno), irmão da patroa, uma saída para seus problemas. Nice decide conquistá-lo, apesar de ele ser noivo de Paula (Alessandra Negrini), e passa por cima de todos para atingir seu objetivo; mas se apaixona de verdade.

"Anjo Mau" já foi reprisada em duas ocasiões. A primeira, no próprio "Vale a Pena", entre agosto de 2003 e janeiro de 2004, marcando média geral de 27 pontos, sendo a reprise de maior Ibope nos anos 2000. A outra foi recentemente: em 2013, mas pelo canal Viva, que reprisa novelas da Globo na TV por assinatura.



COMENTÁRIOS