Reportar erro
Notícias

Rafael Cortez diz: 'A maioria das estreias não passa da primeira temporada'

Repórter e um dos homens da bancada do "CQC" concedeu entrevista à Rádio Jovem Pan

b639a0766f7410fc9e80063e6c3ff5a8.jpg
Cortez reitera intenção da Band em voltar com o programa - Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 11/12/2015 às 12:38:56

A Bandeirantes anunciou esta semana que em 2016 o "CQC" ("Custe o Que Custar") passará por um ano sabático.
 
O canal informou que o "CQC" voltará em 2017. Rafael Cortez, um dos integrantes do programa, concedeu entrevista à Rádio Jovem Pan nesta quinta-feira (10) e falou sobre esse tal período sabático.
 
Questionado se a atração voltará mesmo, ele foi direto: É uma dúvida, na verdade. A ideia é fazer de 2016 um ano sabático e voltar em 2017 e não tenho nenhum dado pra saber se volta. A intenção é essa, na prática não sei como vai ser", confessou.
 
 
Rafael atribuiu a interrupção do programa à crise que assola o país em 2015, mas a Band, tem sim, intenção de retornar com o programa. "Se não voltar em 2017 não deve ser por falta de intenção da emissora", pontua. 
 
Ele ainda diz que outros quesitos ajudaram para o fim do "CQC": "Não é só isso (crise), é um contexto de coisas. Uma junção de fatores e não dá pra eleger um culpado. São muitas coisas reunidas".
 
Indagado se a fórmula do programa cansou, ele foi sincero: "Acho que sim. O desgaste vem há algum tempo e é um processo natural. Não vi como rejeição pessoal. O histórico mostra isso e o 'CQC' sobreviveu por oito anos. A maioria das estreias não passa da primeira temporada", lembrou.