Reportar erro
Notícias

Sindicato dos Jornalistas marca ato "em defesa" da TV Cultura

tvcultura-sede-saopaulo.jpg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 09/08/2015 às 11:20:27

Nesta segunda-feira (10), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP) realizará um ato público em frente à TV Cultura contra o reajuste zero de salários e em defesa dos empregos na emissora.

O governo do estado de São Paulo negou reajuste salarial aos jornalistas e radialistas da Rádio e TV Cultura, sob a alegação de problemas financeiros. Segundo o sindicato, o presidente da Fundação Padre Anchieta, Marcos Mendonça, optou por fazer um corte de 25% nos contratos, número maior que o do governo, fixado em 20%.

A entidade alerta que essa opção irá causar impacto na precarização das relações de trabalho e no projeto da TV, cujo o contrato para distribuir o sinal para mais de 300 cidades foi cortado. Os Sindicatos dos Jornalistas e dos Radialistas protestaram contra a decisão e organizam juntos o movimento para reverter a situação.

Para as entidades, a atitude "irresponsável" com o qual o governo do estado de São Paulo vem tratando os trabalhadores é "revoltante e inaceitável". Segundo a SJSP, o ato está marcado para acontecer durante a reunião do Conselho Deliberativo, às 11h30. Na manifestação, serão lidos dois manifestos: um pelo movimento "Queremos a TV Cultura Viva" e outro pelos Sindicatos dos Jornalistas e dos Radialistas.

O protesto contará ainda com a presença de diversos artistas populares preocupados com o fim do programa "Viola Minha Viola", único espaço voltado para a cultura rural na TV brasileira. Ele chegou ao fim com a morte de sua apresentadora, Inezita Barroso, no início deste ano.

Mais Notícias