Notícias

Zeca Camargo critica comoção por morte de Cristiano Araújo e é detonado


ab4b1fa0a0238858e241fe1939a8b57a.jpg
Divulgação

Na noite deste domingo (28), o jornalista e apresentador da Globo, Zeca Camargo, fez uma crônica no "Jornal das Dez", da Globo News, falando sobre a comoção e a morte de Cristiano Araújo, fato ocorrido na última quarta-feira (24).

Na crônica, Zeca afirmou que a tristeza pela morte do sertanejo é questionável, já que ele era "ao mesmo tempo tão famoso e tão desconhecido". Ao longo do texto, o apresentador comentou que "fãs e pessoas que não faziam ideia de quem era Cristiano Araújo partiram para o abraço coletivo, já que funerais públicos tem algo purificador". Ele citou grandes exemplos como Ayrton Senna, Mamonas Assassinas e Michael Jackson. "Mas Cristiano Araújo?", questionou.

Em determinado momento do texto, Zeca chega a comparar os novos ídolos sertanejos à "modinha" dos livros de colorir para adultos. Ou seja, "são fenômenos que empobrecem a cultura brasileira".

O jornalista finaliza a crônica dizendo que o Brasil "precisa de novos heróis" e de "ídolos de verdade". Ele alega que os "verdadeiros artistas", como Cazuza e Michael Jackson, estes sim merecem ser exaltados e fazem falta no cenário musical.

A crônica foi o suficiente para que Zeca virasse o assunto do dia. O apresentador foi detonado em todas as redes sociais, por enaltecer o esteriótipo de cantor que não faz sucesso no Rio e em SP não são conhecidos.

Além disso, o mundo sertanejo também criticou-o fortemente. As duplas Munhoz & Mariano e Henrique & Juliano, e os cantores Eduardo Costa e Sorocaba foram alguns que se manifestaram contra o que Zeca escreveu.

Ambos lançaram a hashtag #QuemÉZecaCamargo? para protestar, juntamente com a foto de um vaso sanitário ou tampando os ouvidos, para não "ouvir tanta porcaria".

Veja algumas fotos:

 

#QuemÉZecaCamargo

Uma foto publicada por @mariano_mm em

 

Atenção para a localização... Primeiramente, peço desculpas por "minhas" palavras pois elas não terão um tom ameno. Zeca Camargo, tive o desprazer de ouvir suas palavras na televisão e é claro que, fiquei espantado com o tamanho do teu despreparo e incompetência. O senhor estava sob efeito de alguma droga? Não é porque o senhor acha que "CULTURA" está na tua cintura com a sua dança do ventre, que o senhor tem o direito de desrespeitar quem admira e respeita aqueles que, trabalham arduamente pra ter o trabalho reconhecido usando um "microfone diferente" dos que o senhor usa pra ganhar o seu. Tipo, a boca é sua e o senhor tem o direito colocá-la aonde bem entender. Acredite, a gente respeita! Porém, o seu direito só vai até aí ok? Calma lá e tenha bem mais respeito ao mencionar o nome de qualquer um que defenda a cultura SERTANEJA deste país. Autor: Uma classe ofendida com a safadeza das suas palavras.

Uma foto publicada por Henrique e Juliano (@henriqueejuliano) em

Mais Notícias