Reportar erro
Notícias

Em briga, Adrilles é chamado de "moleque" por Luan e retruca: "bandidinho"

A noite foi tensa no "BBB15"

bbb15-adrilles-luan-05032015.jpg
Reprodução
Fabrício Falcheti

Publicado em 05/03/2015 às 09:16:04

O clima ficou pesado durante a festa Viva México, que aconteceu na madrugada desta quinta-feira (05) no "BBB15".

Tudo começou quando Amanda foi tirar satisfação com Luan sobre uma brincadeira que ele fez durante o dia, dizendo que olhos da sister "brilham" quando ela vê Fernando.

Na balada, o brother manteve o que disse: "Eu brinco e você aceita. Eu falo o que eu penso, o que ninguém tem coragem de falar". Amanda se revoltou e jogou um prato de comida no sofá para não atirar na cara de Luan.

Depois de muita discussão, acabou sobrando para Adrilles. O gerente de salão de cabeleireiro disse que o Líder era mentiroso e o chamou de "moleque" repetidas vezes, aos gritos.

"Você tem 40 anos e não honra as calças que veste", bradou Luan, se aproximando cada vez mais de Adrilles e apontando o dedo para o rosto do escritor, que foi se irritando.

"Chega, não fica perto de mim", bradou ele, empurrando o carioca. Durante um movimento de Luan, Adrilles chamou a produção: "Produção, isto aqui é agressão".

Depois disso, os ânimos se acalmaram. Mas por pouco tempo. Em dado momento, enquanto Luan escovava os dentes, Adrilles tentou se aproximar para conversar e o gerente de salão voltou a chamar o poeta de "moleque", iniciando a briga novamente.

No calor da discussão, Adrilles chegou a dizer que "seu lugar é em outro confinamento, bandidinho". Pouco após eles voltaram a se entender e se abraçaram.

Mas a briga mais uma vez reiniciou, desta vez na sala. Luan disse novamente que Adrilles era um "moleque", e o poeta chegou a bradar: "Quer me agredir, pode me agredir". Os dois foram separados pelos demais brothers.

Mais tarde, agora na cozinha, finalmente Adrilles e Luan selaram a paz. O poeta chegou pedindo desculpas: "Eu me exaltei e posso ter falado bandidinho e de outro confinamento. E por isso eu peço desculpas". "Eu também me exaltei", emendou o gerente.  

"Foi a discussão mais rapidamente resolvida da história", finalizou Adrilles, que logo depois foi dormir.

TAGS: