Reportar erro
Notícias

Após polêmica, Globo pretende mandar mais no "The Ultimate Fighter"

tuf-brasil-theultimatefighter.jpg
Divulgação
Fabrício Falcheti

Publicado em 13/02/2015 às 09:47:58

Pego em dois exames antidoping, Anderson Silva foi cortado do comando do reality-show "The Ultimate Fighter Brasil 4", que estreia em abril na Globo.

Segundo informações da coluna Outro Canal, toda essa confusão poderá fazer com que a parceria entre Globo e UFC (Ultimate Fight Championship) seja alterada.

O programa estreou em 2012 na emissora carioca e precisa ter o seu contrato renovado neste ano para ganhar sequência em 2016. E fontes garantem que essa renovação depende de uma participação maior da Globo na escolha dos técnicos do "TUF" e em algumas regras.

Atualmente, a atração está sendo gravada em Las Vegas, nos Estados Unidos, um dos berços do UFC.

Para o lugar de Anderson Silva foi escalado Rodrigo Minotauro, que volta ao reality após ser um dos treinadores da segunda temporada. Seu assistente será o irmão, Rogério Minotouro. O outro técnico segue mantido: Maurício Shogun.

Procurada, a Globo diz que não fala sobre negociação de contratos, mas garante que a reliazação do "The Ultimate Fighter" é totalmente feita em parceria com o UFC, e que a escolha dos técnicos foi de comum acordo.