Reportar erro
Notícias

"Pânico" entrevista 'múmia' como se fosse Luís Ricardo e gera polêmica

panico-luis-ricardo.jpg
Reprodução
Fabrício Falcheti

Publicado em 21/12/2014 às 22:00:25

Na noite deste domingo (21), o "Pânico na Band" fez uma brincadeira que gerou polêmicas.

Desde o início do programa, Emílio Surita avisava que havia conseguido uma entrevista exclusiva com Luís Ricardo, que sofreu um acidente com fogo no "Programa do Ratinho" do dia 09 de dezembro.

A reportagem foi comandada pelo humorista Alfinete, que avisou que Luís Ricardo tinha aceitado falar porque era muito fã do "Pânico" e só havia pedido para não mostrarem a sua casa.

Na hora da entrevista, porém, o programa mostrou uma pessoa deitada na cama toda enfaixada, praticamente uma múmia, falando sobre os perigos de brincar com fogo, de maneira séria.

Não era Luís Ricardo, mas o "Pânico" não deixou clara a brincadeira em nenhum momento, nem mesmo após a volta para o palco.

Nas redes sociais, muita gente acreditou ter sido realmente o apresentador do SBT. Confira alguns comentários:

Já outros internautas perceberam que tratava-se de mais uma das brincadeiras do "Pânico":

Dos que perceberam a piada, vários não gostaram:

Ainda na edição de hoje, em referência ao acidente de Luís Ricardo, o "Pânico na Band" prometeu colocar fogo em um de seus integrantes.

Em tempo

O apresentador do SBT foi hospitalizado depois de pegar fogo no "Programa do Ratinho" do dia 09 de dezembro, quando realizou um número circense que não saiu conforme o planejado. Ele teve queimaduras de primeiro e segundo graus no rosto.

Ele teve alta uma semana depois, no dia 16 de dezembro. No dia 18, voltou ao "Programa do Ratinho" para falar sobre o ocorrido.

"O que deu muito certo, e quero agradecer é ao departamento de ambulatório, que rapidamente me colocou uma compressa de gelo e estancou a queimadura. Poderia ter sido muito pior. Fiquei seis dias internado. Foram seis dias terríveis. Muita dor e preocupação. Tomei cortisona para não ter processo inflamatório. Volto ao trabalho amanhã e não achei justo voltar a trabalhar sem dar uma satisfação ao público que me deu tanto apoio", disse.

Questionado por Ratinho a razão do número ter dado errado, Luis argumentou: "Eu faço esse número desde os meus 12 anos. A tocha estava muito encharcada de querosene. Quando eu soprei, pingou uma gota da tocha na minha boca. Se eu inspiro, eu não estaria aqui para contar história. Jamais faria uma coisa que colocasse a minha vida em risco. Foi uma fatalidade total".